Concurso Internacional – Taichung City Cultural Center – Biblioteca e Museu – Taiwan

Taichung Cultural Center Competition

Objeto:

Concurso Internacional que tem como objetivo selecionar a melhor proposta para o Taichung City Cultural Center, equipamento cultural que será construído em Taiwan, na China, e que abrigará uma biblioteca pública municipal e um museu.

Principais aspectos e princípios a serem considerados no projeto: identidade local, marco cultural, referência ecológica, espaço público acessível, flexibilidade, exposições digitais interativas, ambientes para aprendizagem social e recreativa, edifício inteligente.

Organização e Promoção:

Taichung City Government – Taiwan

Quem pode participar:

Profissionais registrados, individualmente ou em equipes, sem restrição de nacionalidade.

Tipo de concurso:

Internacional, aberto, em duas etapas, para profissionais.

Cronograma:

Anúncio do Concurso –  27 de Fevereiro de 2013

Inscrições do Concurso – 27 de Fevereiro até 27 de Maio de 2013

Prazo para envio de dúvidas –  03 de Abril de 2013

Prazo para respostas – 15 de Abril de 2013

Prazo para envios de propostas da fase 1 – 27 de Maio de 2013 (antes de 17:30 horas)

Anúncio de finalistas da fase 1 – 31 de Maio de 2013

Visita ao terreno – 18 de Junho de 2013

Prazo para envios de propostas da fase 2 – 27 de Agosto de 2013 (antes de 17:30 horas)

Anúncio dos Vencedores – 30 de Agosto de 2013

* Horários de Taiwan

Premiação:

Fase 1 – Seleção dos cinco finalistas

Fase 2 – Seleção do projeto vencedor a partir dos finalistas. O projeto vencedor assinará contrato para o desenvolvimento e os demais finalistas receberão como compensação premiação equivalente a US$ 50.000,00.

Haverá atribuição de menções.

_______________________________________________________________________

Para mais informações e inscrições, consulte aqui a página oficial do concurso.

Concurso Internacional de Estudantes – Architecture in Transformation

Atualizado em 30.06.2012

Apresentação:

Architecture in Transformation. Concurso Internacional de Estudantes.

Tema central: Complexo Cultural.

Localização e implantação livres, a serem definidas pelo participante, com área aproximada de 6.000m2.

São objetivos do concurso: (1) pesquisar e propor soluções de espaços humanos que se destaquem pelo sentido de “lugar”, diante de um contexto cada vez mais fragmentado e desordenado das cidades contemporâneas; (2) explorar soluções  ambientais e sustentáveis, que se contextualizem com a “era da informação”; (3) integrar habilidades e conceitos projetuais criativos a partir da educação em arquitetura. Continuar lendo

Concurso Internacional de Ideias – Links: Bridging Rivers

Apresentação:

O concurso internacional de ideias “Links: Bridging Rivers”, promovido pela revista Future Arquitecturas, tem como objetivo identificar as melhores propostas para intervenções em áreas ribeirinhas. Nesta edição, podem ser apresentadas propostas para duas cidades: Chongqing (China) e Sevilha (Espanha). Continuar lendo

Casa de Ópera de Guangzhou – China – Zaha Hadid

Nesta edição da seção “obras construídas”, no mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, publicamos a recém-concluída Casa de Ópera de Guangzhou, projeto do escritório Zaha Hadid Architects, coordenado pela arquiteta iraquiana Zaha Hadid (Pritzker em 2004). O projeto é resultado de um Concurso Internacional promovido em 2002 e que incluiu também como convidados os escritórios OMA (Holanda), GMP (Alemanha), Coop Himmelblau (Austria), SCUT Design Institute (China), entre outros.

O conjunto edificado inclui um teatro de 1.800 lugares, hall de entrada, espaço multifuncional, instalações de apoio e está localizado ao sul da área central de Guangzhou, na margem norte do Zhūjiāng (Pearl River), com  área total construída em torno de 70.000 m2. À época do concurso o júri destacou: “a forma irregular e escultural da edificação, assim como a composição simples de materiais – vidro e concreto, criam um forte contraste visual em relação à paisagem. Os dois elementos da composição, separados porém relacionados, dão um sentimento de força do espaço. O projeto se destaca também pela organização dos fluxos entre a área central da cidade e a edificação e mantém boa relação com o contexto urbano e o rio. O vazio entre os dois elementos da composição arquitetônica não apenas se configura como um espaço para a reunião do público como também valoriza o próprio conjunto edificado. A funcionalidade e a exequibilidade do projeto de Zaha Hadid  é superior aos demais concorrentes” (Fonte: http://www.glaserworks.com – Fan Wang).

Veja a seguir imagens da obra construída, assim como imagens da construção e do projeto:

Continuar lendo

Concurso para o Pavilhão do Brasil na Expo Xangai 2010

xangai2010-br-01

A AsBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura) e a APEX (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e investimentos), segundo informações publicadas na PINIweb nesta data, realizaram concurso para o Pavilhão Brasileiro na Expo Xangai 2010. O projeto vencedor é de autoria do arquiteto Fernando Brandão, que concorreu com Klaus Dal Pai Bohne, Tria Sistemas de Arquitetura, Gustavo T. Bertozzi e Nexo Arquitetura e Construções. Continuar lendo

Prêmio Holcim Awards 2008-2009 – Vencedores

Foram anunciados os vencedores do segundo concurso Global Holcim Awards, premiação que destaca as principais contribuições relacionadas a iniciativas de construção sustentável.

Veja abaixo os premiados (clique nos links para acesso à página do Holcim Awards 2009):

Gold award: “River remediation and urban development scheme”, Fez, Morocco

Silver award: “Low-impact greenfield university campus”, Ho Chi Minh City, Vietnam

Bronze award: “Sustainable planning for a rural community”, Beijing, China

“Innovation” prize: “Self-contained day labor station”, San Francisco, USA_

-

Leia a seguir o anúncio oficial da premiação, com algumas imagens dos projetos:

“Um projeto de recuperação de um rio no Marrocos, um campus universitário em área verde no Vietnã, uma estratégia de planejamento rural na China e um abrigo para trabalhadores diaristas nos Estados Unidos foram selecionados por um júri de especialistas em arquitetura e sustentabilidade. Serão realizadas cerimônias de entrega de prêmios no local de cada projeto, para celebrar os vencedores e seus altamente aclamados exemplos de construção sustentável.

Dos cinco regional Holcim Awards de 2008 participaram quase 5.000 projetos e visões de construção sustentável, oriundos de 121 países. Os vencedores dos Gold, Silver e Bronze Awards em cada região qualificaram-se automaticamente para o concurso Global Holcim Awards de 2009. O júri global foi liderado por Charles Correa (arquiteto, Índia) e incluiu Peter Head (engenheiro de estruturas, Reino Unido), Enrique Norten (arquiteto, México/Estados Unidos), Saskia Sassen (socióloga, Estados Unidos), Hans-Rudolf Schalcher (engenheiro civil, Suíça) e Rolf Soiron (economista, Suíça).

___________________________________________________________________________

Gold para River remediation and urban development scheme em Fez, Marrocos

holcim2009-gold-marrocos-01

O prêmio principal no valor de 300.000 dólares e o Global Holcim Awards Gold foram atribuídos a um projeto centrado na restauração do rio que atravessa a medina de Fez (Patrimônio Mundial da UNESCO). Uma equipe de projeto jovem e internacional, liderada pelo arquiteto Aziza Chaouni (Marrocos) e pelo urbanista Takako Tajima (Estados Unidos), está recuperando o rio Fez, muito poluído, no sentido de revitalizar o centro histórico da cidade. A abordagem inclui uma série de intervenções para reforma de curtumes tradicionais, a criação de espaços públicos e zonas para pedestres, e a restauração de áreas úmidas bem como da biodiversidade.

O júri aplaudiu o plano por criar uma cadeia de projetos de recuperação, com vista a permitir que sejam acrescentados subprojetos futuros – e por incluir a vida social e econômica da cidade juntamente com a ecologia do rio. “Trata-se de um projeto multilocalizado e multifuncional, organizado em torno da recuperação do rio. Os componentes principais reabilitam a arquitetura dessa medina histórica, criando uma zona urbana viável e funcional,” afirmou o relatório do júri.

Os autores do projeto formaram a ONG Sauvons Oued Fez (Salvar o Rio Fez) após serem agraciados com o regional Holcim Awards Gold 2008 África Médio Oriente. A ONG é uma rede com o objetivo de contribuir para os subprojetos de restauração e incentivar a participação comunitária.

___________________________________________________________________________

Silver para Low-impact greenfield university campus na Cidade de Ho Chi Minh, Vietnã


O Global Holcim Awards Silver, com um prêmio em dinheiro de 200.000 dólares, foi atribuído ao novo campus da Universidade de Arquitetura na Cidade de Ho Chi Minh, concebido pelo arquiteto Kazuhiro Kojima (Japão). Outros colaboradores que contribuíram para o projeto foram Daisuke Sanuki (Japão) e Trong Nghia Vo (Vietnã). O projeto evita obras maciças de aterro numa ilha no Delta do Mekong e visa uma harmonia com todos os elementos do ecossistema circundante: arrozais inundados, mangues, ventos e variações sazonais.

O consumo de eletricidade é reduzido de forma inteligente, através da inclusão de iluminação solar e utilização extensa de células fotovoltaicas, com vista a atender às necessidades energéticas. Ventilação natural e dispositivos de proteção solar fazem com que a maioria dos locais no campus universitário não necessite de ar condicionado, e a água da chuva é recolhida para utilização como água de reuso e para refrigeração por evaporação. Um método de construção local consagrado pelo tempo – estruturas em concreto preenchidas com tijolos e acabadas com uma fachada de madeira porosa de mangue ou bambu – é utilizado para melhorar a ventilação.

Fascinante com as suas formas entrelaçadas, o projeto foi premiado com o Holcim Awards Silver 2008 Ásia Pacífico, e agora convenceu o júri global: “As formas ovais suavemente arqueadas caracterizam o layout dos edifícios – suas interseções criam uma diversidade de grandes e pequenos espaços. Isto permite que a universidade vá se configurando de forma orgânica, de acordo com ideias em mudança e necessidades futuras”, explicou o relatório do júri.

___________________________________________________________________________

Bronze para Sustainable planning for a rural community em Beijing, China



Um projeto para o planejamento rural de um vilarejo nos subúrbios de Beijing, China, obteve o Global Holcim Awards Bronze e 100.000 dólares pela combinação eficaz de preservação do patrimônio, conhecimentos tradicionais, materiais locais, tecnologia moderna e gestão de projeto profissional. A estratégia de planejamento urbano integrado liderada por Yue Zhang (China) e Feng Ni (China) melhora a logística e os serviços públicos, e ao mesmo tempo cumpre rigorosas metas ecológicas e de redução do consumo de energia para novos edifícios.

“Um dos elementos excepcionais da abordagem é a análise profunda da situação cultural e física atual da comunidade, incluindo população, densidade de construção e status da biodiversidade. Foram realizados inquéritos de campo e entrevistas porta a porta”, referiu o júri.

O projeto aplica uma abordagem detalhada em relação aos desafios da poluição, alastramento urbano, perda de terras agrícolas, segurança alimentar, pobreza rural e recursos limitados. O planejamento tem um elevado potencial de se tornar um modelo para o desenvolvimento sustentável de comunidades rurais e bairros urbanos em economias emergentes, e obteve o Holcim Awards Gold Ásia Pacífico em 2008.

___________________________________________________________________________

“Innovation” prize para Self-contained day labor station em São Francisco, EUA


O “Innovation” prize Global Holcim Awards no valor de 50.000 dólares foi atribuído a um projeto que cria abrigos informais onde trabalhadores diaristas podem se encontrar e esperar por trabalho avulso. O “Innovation” prize é um prêmio de reconhecimento mundial para projetos que demonstram um forte elemento de criatividade ou inspiração.

Concebidas por Liz Ogbu (EUA) e John Peterson (EUA), da Public Architecture, uma instituição sem fins lucrativos sediada em São Francisco, as estruturas flexíveis oferecem abrigo, bancos de assento, banheiros, uma cozinha e um espaço de formação e treinamento – criando um ambiente sensível para pessoas que se encontram à margem da comunidade, e ao mesmo tempo respondendo a necessidades de saúde e segurança. São utilizados materiais “verdes” e reciclados, para minimizar a pegada ecológica e o custo econômico de cada instalação.

O projeto foi contemplado com o regional Holcim Awards Silver 2008 América do Norte, e impressionou também o júri global sobretudo pelo seu impacto abrangente em toda uma comunidade: “A estrutura oferece uma solução para aquilo que os bairros circundantes sentem frequentemente como desordem social e que causa problemas às forças policiais locais. Assim, as vantagens estendem-se a um contexto social mais vasto que o dos próprios trabalhadores”, observou o júri.

Finalistas internacionais ilustram vasto âmbito da construção sustentável

Os finalistas do Global Holcim Awards ilustraram um vasto âmbito de abordagens de construção sustentável e incluíram projetos do Brasil, Canadá, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Eslovênia, Hungria, Índia, Suíça e Uganda, e envolveram equipes de projeto adicionais, do Japão e da Espanha. Rolf Soiron (Suíça), que, como Presidente do Conselho de Administração da Holcim Ltd, representou o patrocinador dos Awards no júri global, comentou que os enormes desafios da construção sustentável exigem muitas contribuições inovadoras adaptadas às necessidades locais. “Os valores e vantagens intrínsecos dos projetos revelam que todos têm características únicas que, nos seus ambientes específicos, contribuem e trazem algo de novo para o setor” afirmou.

Para compararem as várias candidaturas ao concurso, os júris regional e global utilizaram os “pontos-chave” da construção sustentável, que foram criados pela Holcim Foundation. Os “pontos-chave” baseiam-se no conceito fundamentado em três diretrizes: desempenho ambiental, responsabilidade social e eficiência econômica, e abrangem também a qualidade arquitetônica e a viabilidade de aplicação em grande escala das características do projeto. O Presidente de Planejamento e Gestão em Construção no ETH Zurique, Hans-Rudolf Schalcher (Suíça), membro do júri global, explicou que a transferibilidade de ideias foi um fator comum a todos os projetos vencedores. “Todos os quatro vencedores ilustram, de forma perfeita, o que significa construção sustentável – muitas ideias interessantes para serem transferidas dentro de uma área de especialidade, e um impacto na promoção da construção sustentável”, afirmou.

Próximas iniciativas para promoção da construção sustentável

Em conjunto com o Holcim Awards, a Holcim Foundation promove uma série de iniciativas no âmbito da sustentabilidade, tais como o Holcim Forum – uma série de simpósios sobre construção sustentável para especialistas e profissionais de todo o mundo. O próximo Forum terá lugar na Cidade do México, de 15 a 17 de abril de 2010, e será subordinado ao tema de Re-inventing Construction. O terceiro ciclo do concurso Holcim Awards começará a aceitar inscrições em 1o de julho de 2010.

___________________________________________________________________________

Fonte: www.holcimawards.org


Pavilhão da Dinamarca – Shanghai 2010 – BIG – 2+1 – ARUP

Dando continuidade à série de projetos resultantes de concursos, referentes à Expo Shanghai 2010, desta vez apresentamos o Pavilhão da Dinamarca.

O projeto, elaborado pelo escritório dinamarquês Bjarke Ingels Group (BIG) , em colaboração com 2+1 e Arup, foi a proposta vencedora em um concurso nacional realizado na Dinamarca em 2008. Continuar lendo