portada

A Corporación Andina de Fomento (CAF) é uma instituição financeira multilateral que apóia o desenvolvimento sustentável e a integração regional entre os países da Comunidade Andina que são seus acionistas, entre os quais se encontram Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela como acionistas série A e B, além de Argentina, Brasil Chile, Costa Rica, Espanha, Jamaica, México, Panamá, Paraguai, República Dominicana, Trinidade e Tobago como acionistas série C (além de 15 bancos privados). A sede da CAF é em Caracas, Venezuela.

Para o projeto de sua sede, a CAF realizou, entre os países sócios, um concurso internacional em duas etapas. Foram classificadas 44 propostas da Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Espanha, México, Paraguai, Peru Uruguai e Venezuela.

1° Prêmio
PRODUCTORA (Abel Perles (Argentina), Carlos Bedoya (México), Víctor Jaime (México) y Wonne Ickx (Bélgica)) em colaboração com Lucio Muniaín et al.
MÉXICO

 2° Prêmio:
Andrade Morettin Arquitetos Associados
BRASIL

3° Prêmio
QVE ARQUITECTOS
ESPANHA

Menção 1: Vigliecca & Asociados / Brasil.
Menção 2: TEN Arquitectos NY y MX en colaboración con Oscar Grauer.
Menção 3: Juan Gustavo Scheps Grandal & Gualano + Gualano / Uruguai.
Menção 4: Alessandro Famiglietti y Asociados / Venezuela.

A comissão julgadora foi composta por Luis Enrique Berrizbeitia (vice-presidente CAF), Beatriz Colomina (Arq, professora U Princeton), Miquel Adriá (Arq, Diretor Arquine), David Gouverneur (Arq, U Penn), Carlos Jiménez (Arq, U de Rica), José Rosas Vera (Arq, Decano FADEU UC), Elisa Silva (Arq, Secretaria Concurso).

Seguem abaixo as propostas premiadas:

1° Lugar – PRODUCTORA – México

elevacion

Projeto – 1° lugar – PRODUCTORA – México – Fonte: Plataforma Arquitectura

“A comissão julgadora destaca esta proposta por sua síntese simples e correta dos critérios de sustentabilidade, qualidade urbana e ambiental, qualidade arquitetônica e eficiência funcional. (…) A torre esbelta e funcional reconhece a tradição da arquitetura moderna tipicamente relacionada com a América Latina conferindo-lhe um espírito de conforto e confiança. A seção relativamente modesta do pavimento-tipo libera o terreno e oferece um espaço público e aberto, de projeção cultural como ato de responsabilidade social.”

vistaexterior

vistas2

Projeto – 1° lugar – PRODUCTORA – México – Fonte: Plataforma Arquitectura

corte

Projeto – 1° lugar – PRODUCTORA – México – Fonte: Plataforma Arquitectura

 

/
2° Lugar – Andrade Morettin Arquitetos Associados – Brasil

2lugar

Projeto – 2° lugar – Andrade Morettin Arquitetos Associados – Brasil

“A comissão julgadora destaca a sutileza da arquitetura. (…) A flexibilidade, sustentabilidade e economia da proposta também se destacam, assim como o detalhamento da proposta. O projeto responde de forma crítica à torre existente que delimita o terreno ao sul, reproduzindo sua altura e a seção do pavimento, opondo-se – por outro lado – por meio da transparência, leveza e permeabilidade.”

vistaexterior2

planimetrias

/Projeto – 2° lugar – Andrade Morettin Arquitetos Associados – Brasil

 

3° Lugar – QVE ARQUITECTOS

tercero

“A comissão julgadora destaca o profissionalismo e a resolução da proposta. Trata-se de uma torre de pavimentos eficientes e flexíveis, por sua inovação estrutural. Apresenta uma estratégia sustentável, racional e inteligente.”

/

Menção 1 – Vigliecca & Asociados / Brasil

principal

exteriormencion1


Menção 2 – TEN Arquitectos NY y MX en colaboración con Oscar Grauer

exteriormencion23

exteriormencion22

/

Menção 3 – Juan Gustavo Scheps Grandal & Gualano + Gualano / Uruguai

exteriorterceramencion

noche

vistasterceramencion

/
Menção 4 –
Alessandro Famiglietti y Asociados / Venezuela

exteriorcuartamencion

exteriorescuartamencion

ideacuartamencion2

Fonte: Plataforma Arquitectura