Charge: Tim Sanders – bdonline.co.uk

A crise financeira chega ao “star-system” da Arquitetura, e a primeira vítima oficial – a julgar pelas notícias mais recentes –  é o escritório Foster+Partners.

Cerca de um terço dos funcionários da empresa Foster+Partners serão demitidos em função da crise econômica global. São cerca de 400 profissionais que serão dispensados, de 17 filiais do escritório em diversas partes do mundo, principalmente as situadas em Estambul e Berlim.

Em novembro de 2008 já havia sido anunciado o cancelamento do empreendimento Russia Tower, cujo projeto de arquitetura estava sob a responsabilidade do escritório inglês. A torre seria a maior da Europa, com cerca de 600 metros de altura.

foster-russia-21

Russia Tower – Projeto de Foster+Partners

Há alguns dias foi anunciado o corte no orçamento de um empreendimento em Las Vegas, projeto de sua autoria. O projeto foi literalmente cortado pela metade: o edifício (The Harmon Hotel, Spa & Residence), que deveria ter 49 pavimentos, passará a ter 28.

foster-vegas

Projeto em Las Vegas: orçamento cortado pela metade

Mas a crise não se limita ao star-sytem. Pesquisa publicada pelo RIBA (Royal Institute of British Architects)  em janeiro de 2009 revelou que 47% dos pequenos escritórios de arquitetura (com até 11 funcionários) na Inglaterra declararam falta de projeto e diminuição do ritmo de trabalho. Nos Estados Unidos, importantes escritórios de arquitetura reduziram entre 10% e 20% o número de arquitetos em suas equipes.

Fonte: plataformaarquitectura.cl e bdonline.co.uk