nmahc-scofidio-1

Em janeiro.2009 anunciamos a lista de escritórios selecionados como finalistas para o projeto do National Museum of African American History and Culture, a ser construído em Washington.  Acabam de ser divulgadas imagens dos projetos apresentados, que ficarão em exposição para apreciação do público entre o final de março e o início de abril. A comissão julgadora, composta por 11 membros, decidirá em abril o projeto premiado. O edifício, que deve ser construído com recursos públicos e privados, deve custar 500 milhões de dólares. O projeto deve ser desenvolvido até 2012 e a obra deve ser concluída em 2015.

Veja abaixo algumas imagens dos projetos finalistas e os comentários, publicados por Jacqueline Trescott, no The Washington Post, em 28.mar.2009:

__________________________________________________________________

Foster + Partners/URS

nmahc-foster-1

nmahc-foster-2

“A equipe Foster and Partners / URS propõe um edifício em forma circular. Os visitantes entram por uma rampa e descem em direção a um nível abaixo, onde começa a experiência do museu, de início com elementos que fazem referência ao período da escravidão e em seguida elementos sobre a liberdade, os esportes e as artes. No topo do edifício de quatro pavimentos, os visitantes acessam a área de ‘celebração’, onde se deparam com uma grande janela, que se abre em direção ao ‘Washington Monument’ e o ‘Lincoln Memorial’. ” (J.T., The Washington Post)

__________________________________________________________________

Freelon Adjaye Bond + SmithGroup

nmahc-freelon-1

nmahc-freelon-2

“A equipe Freelon Group + Adjaye Associates + Davis Brody Bond projetou um museu em que dois dos pavimentos situados acima do nível do solo têm a forma de grandes cestas. O exterior é revestido com telas de cobre que mudam de cor ao longo do dia. A partir de vários pontos a partir do interior do museu há locais de contemplação que se abrem para o Capitólio e outros monumentos.” (J.T., The Washington Post)

__________________________________________________________________

Devrouax & Purnell Architects/Planners, P.C + Pei Cobb Freed & Partners Architects, LLP

nmahc-pei-1

nmahc-pei-2

“A equipe Devrouax & Purnell + Pei Cobb Freed & Partners propõe uma estrutura de sete pavimentos (dois dos quais abaixo do nível do solo), que apresenta uma área interna circular, inserida dentro de um elemento em forma de caixa. O projeto inclui um terreço-jardim cujo projeto de paisagismo seria inspirado no padrão gráfico de uma “colcha” que seria da avó de um dos arquitetos.” (J.T., The Washington Post)

__________________________________________________________________

Diller Scofidio + Renfro + KlingStubbins

nmahc-scofidio-11

nmahc-scofidio-2

A equipe Diller Scofidio and Renfro + KlingStubbins propõe um edifício em forma de ‘mesa embrulhada em vidro’. As imagens do projeto apresentam fotografias de personalidades e momentos relacionados à cultura negra, além de espaços onde músicos de jazz podem se apresentar. Há ainda, como parte da proposta, um anfiteatro voltado para o Lincoln Memorial.” (J.T., The Washington Post)

__________________________________________________________________

Moody Nolan Inc. + Antoine Predock Architect PC

nmahc-nolan-1

nmahc-nolan-21

“O escritório Moody Nolan, em conjunto com Antoine Predock Architect, propõe um edifício construído a partir de elementos naturais, como se surgisse a partir de pedras e argila. O teto de vidro faz referência à arte ancestral Yoruba. A proposta inclui ainda um anfiteatro exterior, voltado para a Constitution Avenue.” (J.T., The Washington Post)

__________________________________________________________________

Moshe Safdie and Associates Inc. + Sulton Campbell Britt & Associates

nmahc-safdie-1

nmahc-safdie-2

“A equipe composta por Moshe Safdie & Associates + Sulton Campbell Britt & Associates propõe um projeto em quatro pavimentos caracterizado pela luz natural. Em uma das seções do projeto, definida como ‘Porta sem Retorno’, haveria exposições e áreas contemplativas que abordam a questão da escravidão e da segregação; outra seção, intitulada ‘Ponte da Liberdade’, no último pavimento, incluiria exibições dedicadas à musica e ao esporte. A proposta inclui ainda uma fachada em forma de rede, por trás da qual se desenvolvem séries de caminhos de pedestres.” (J.T., The Washington Post)

__________________________________________________________________

Fontes: bustler.net e The Washington Post