________________________________________________________________________

1° lugar – Universidade no Semi-árido – UNIVASF

Autor: Murilo Medeiros de Siqueira

Universidade Federal de Pernambuco – UFPE

Orientador: Ênio Eskinazi

________________________________________________________________________

________________________________________________________________________

Parecer da Comissão Julgadora

“O trabalho destacou-se por sua qualidade desde um primeiro momento, ao aliar a simplicidade formal e construtiva ao conceito de sustentabilidade. A implantação criteriosa dos blocos de aulas e administração, sua ligação por uma ampla circulação protegida por cobogós, a inércia térmica dos amplos panos de alvenaria de solo-cimento, e a generosa ventilação do entreforro, permitem controle térmico passivo sem a necessidade de componentes estranhos à linguagem arquitetônica regional. Este trabalho sintetiza o conceito central da Comissão Julgadora sobre construção sustentável em nosso país, onde esta é conseqüência natural da arquitetura em que prevalecem a racionalidade, a economia, a simplicidade e a contextualização social e ambiental.”

________________________________________________________________________