Concurso – CRA-SC – 3º lugar

3º lugar

Autores: Thiago Natal Duarte e João Paulo Daolio

_________________________________________________________________________________

3 PRAÇAS

O edificio pretende propor um percurso de transposição entre a rua João Motta Espezzim e a rua Prof. Waldemar Vieira. Neste trajeto estão dispostos um determinado programa do edifício. Três praças, com caracter diferentes, marcam e configuram este caminho.

Pela rua João Motta Espezzim, em uma cota 3,20 metros abaixo da calçada, temos uma praça mais voltada para o uso cotidiano do edifício, favorecendo usuários e visitantes . Ela é configurada como um grande espelho dágua e caminhos de passagem. O usuário chega em nível com a recepção e bem próximo aos outros programas de operação do edifício, como plenária e salas de reunião.

Foram colocadas algumas vagas de pouca permanência no alinhamento da rua, para facilitar este acesso.

Pela Rua Prof. Waldemar Vieira, tem-se uma praça mais voltada ao evento, com grandes espaços de permanência protegidos ou ao ar livre, ligada a funções coletivas e atividades que recebam público externo. Neste nível estão localizados o auditório e café /restaurante, bem como atividades associadas a este programa.

Entre esses dois acessos, o edifícios possui um grande vazio central, foyer, que enfatiza a espacialidade interna e conecta essas duas praças, cotas, e organiza os espaços do edifício.

A parte suspensa do edifício abriga as funções de escritórios sem nenhuma interferência de pilares, proporcionando grande flexibilidade de lay out e franca transparência dos ambientes.

ESTRUTURA

A estrutura se desenvolve a partir do vazio central, com sistema misto de concreto e aço. Duas empenas em concreto servem de suporte para a fixação de quatro treliças metálicas laterias, com balanço de 10 metros, que por sua vez sustentam as lajes do edifício suspenso. A caixa de elevadores e escada de incêndio, além de promoverem a comunicação entre os diversos pavimentos também funcionam como contraventamento da estrutura em seu conjunto.

DISTRIBUIÇÃO DO PROGRAMA

O projeto propõe a compactação de alguns ambientes e a reunião de outros programas em espaços livres de trabalho, permitindo um aumento de densidade sem que se prejudique o conforto e normas técnicas. O lay-out dos pavimentos apresentados nas folhas seguintes considera a ocupação futura plena prevista pelo conselho.

Assim, em função da legislação, principlamente relativo ao cálculo de vagas de estacionamento, podemos atender a norma municipal construído apenas 2 subsolos de garagem. De acordo com a sondagem, um terceiro subsolo seria de construção mais complicada por atingir uma camada de rocha.

Reduzindo a área construída total, podemos ter uma maior viabilidade financeira do empreendimento, fixando-se o orçamento estipulado e utilizando sistemas e soluções mais adequados à a situação geográfica e técnica do edifício.

 

 

_________________________________________________________________________________

Agradecemos aos autores pela disponibilização do projeto para publicação.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s