Concurso Internacional de Ideias Para Estudantes de Arquitetura – Nona BIA – SP – 1º Prêmio

Concurso Internacional de Idéias Para Estudantes de Arquitetura – Nona BIA – SP

1º Prêmio

______________________________________________________________________

SELECIONADO PELO VOTO DO JÚRI TÉCNICO

______________________________________________________________________

1° Prêmio

Titulo do Projeto: Edifício Ponte

Alunos: Carolina Ramos Almeida, Gabriela Curado Nehme e Gabriela Bandeira Advincula

Professor Orientador: Raimundo Nonato Veloso Filho

Instituição de Ensino: Universidade de Brasília

______________________________________________________________________

Também veja mais informações sobre o projeto acessando o vídeo.

______________________________________________________________________

Agradecemos aos autores pela disponibilização no material para publicação.

6 respostas em “Concurso Internacional de Ideias Para Estudantes de Arquitetura – Nona BIA – SP – 1º Prêmio

  1. Estamos falando de um concurso de estudantes. A experimentação nesse tipo de concurso deve ser levada ao máximo. Se não, formaremos arquitetos frustrados, preocupados com as obras dos grandes mestres e caminhando, vagarosa ou rapidamente, numa esteira, sem sair do lugar. Isso já podemos perceber se analisarmos o atraso da arquitetura no Brasil se comparada a de outros países.
    Arquivamento? Era um concurso de idéias. Que paranóia…
    Sem essa de cidade-museu e esse anacronismo. Vivamos a realidade atual.

  2. Desculpe a sinceridade, mas esse projeto é tosco, fere totalmente o tombamento, ainda mais agora, se dizem que foi uma idéia de Lúcio Costa na época, porque será que o mesmo não implantou naquele período? E vou além, independente se for ou não um desejo que Lúcio Costa tinha, não vai interferir na área tombada. O mais interessante de tudo, que a visão da Esplanada vai ficar prejudicada o mesmo da Torre de TV. E a pergunta mais importante que até agora não foi dita. DE ONDE VIRÃO OS RECURSOS para esse monstrengo de concreto? E pior, querem edificar em cima da estação do metrô. O mais interessante de tudo, para o GDF mexer na rodoviária para torna-la digamos mais HUMANA e ACESSIVO, o IPHAN, MP são enfáticos, não se pode mexer. Agora construir um anexo pode? Brincadeira né. Espero que os contribuintes liguem para seus parlamentares para exigir o arquivamento dessa aberração arquitetònica.

  3. Os comentários acima feitos são muito conservadores, assim como opinião das entidades de classe da profissão. Acho que quanto mais monumental for melhor, para qualquer proposta colocada no eixo monumental; pois assim teremos mais um monumento a ser apreciado e que possa competir com outros existentes nessa concentração, salada mista de monumentos modernos. É preciso elevar o expoente de eixo monumental ao máximo, pois o seu significado deve ser marcante para as pessoas que por ali passam e também diminui a experiencia entediante de se estar nesses espaços por muito tempo.

  4. Gostei do desenho e da preocupação com uma área degradante e sem uso, porém acho que seu impacto na paisagem (principalmente a vista Torre-Congresso) deveria ser menor. parabéns!

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s