Premiados – Concurso Anexo do BNDES – Rio de Janeiro

Premiados_Concurso_BNDES_RJ Publicação atualizada em 07.10.2014. Veja abaixo os projetos premiados no Concurso Público Nacional de Arquitetura para o Anexo do BNDES, no Rio de Janeiro. Veja aqui a Ata de Julgamento do Concurso. _________________________________________________________________________

Primeiro Lugar – Autor: Daniel Gusmão (RJ)

Comentários da Comissão Julgadora:

“A proposta conseguiu equilibrar com excelência os aspectos construtivos, funcionais e plásticos. Desenvolveu da melhor forma entre os concorrentes os aspectos técnicos e construtivos, demonstrando a consistência do projeto como um todo. Os espaços internos foram organizados de modo racional, os fluxos estão bem definidos e a integração com o EDSERJ devidamente valorizada. Além desses aspectos, o projeto se destacou pela resposta ao programa de necessidades e, particularmente, ao desafio de atender às demandas funcionais e simbólicas de duas instituições vizinhas, porém distintas. Obteve sucesso ao apresentar uma solução criativa que, fundindo o caminho de São Francisco ao edifício corporativo, criou um atrativo de grande interesse na paisagem urbana do centro da cidade do Rio de Janeiro.”

_________________________________________________________________________

Segundo Lugar – Autores: Anna Juni, Enk te Winkel, Gustavo Delonero, Pedro Ivo Freire (SP)

Comentários da Comissão Julgadora:

“A proposta manteve a racionalidade e boa distribuição dos espaços, além de apresentar notável evolução entre as duas etapas do concurso, alcançando solução otimizada para os pavimentos tipo. Destaca-se a fluidez entre os níveis de acessos, a boa relação com a rua, a valorização da escala humana e a permeabilidade dos espaços. O projeto também obteve êxito ao preservar a referência visual do Morro de Santo Antônio através dos vazios criados entre as lâminas.”

Ficha Técnica:

ARQUITETURA Autores: Anna Juni, Enk te Winkel, Gustavo Delonero, Pedro Ivo Freire Colaboradores: André Nunes, Florencia Merguerian, João Sodré, Julia Reis, Marina Canhadas Modelo eletrônico: Bruno Carnevalli Modelo Físico: Guilherme Tanaka Desenho Gráfico: Júlia Masagão PAISAGISMO Raul Pereira Arquitetos Associados: Raul Pereira, Leandro Fontana, Rulian Nociti de Mendonça, Paula Martins Cláudia Kawakami (colaboradora) ENGENHARIA Afaconsult : Rui Furtado (projeto integrado, sistemas construtivos, fundações e estrutura) Armando Vale (estrutura) Filipe Afonso (geotécnica) Marco Carvalho (conforto ambiental térmico /ar condicionado e ventilação) Octávio Inácio (conforto ambiental acústico) Raul Serafim (conforto ambiental lumínico, geração de energia, instalações elétricas, automação, tecnologia da informação e telefonia) Paulo Gonçalves Silva (instalações hidrossanitárias) Maria da Luz Santiago (segurança da luz e proteção contra incêndio) Luís Oliveira (elevadores) CONSULTORES TÉCNICOS Ericlis Pimenta Freire (geotécnica) Karyn Rodrigues (conforto ambiental) _________________________________________________________________________

Terceiro Lugar – Autores: Mario Biselli, Paulo Roberto dos Santos Barbosa, Taís Cristina da Silva, Fernanda Castilho (SP)

Comentários da Comissão Julgadora:

“A proposta revelou boa distribuição e organização dos fluxos, adequada hierarquização e valorização da integração com o EDSERJ, tendo como ponto forte a qualidade espacial do pavimento térreo. O projeto, entretanto, pouco explorou a relação com o conjunto histórico adjacente, e não desenvolveu suficientemente os aspectos técnicos e construtivos das instalações prediais.”

_________________________________________________________________________

Quarto Lugar – Autores: Mônica Schramm, Beatriz Cintra, Daniel Dubugras, Paulo Avelar (DF)

Comentários da Comissão Julgadora:

“A proposta manteve a originalidade da sua implantação, buscando articulação entre o volume construído e os terrenos adjacentes, o EDSERJ e os jardins que o cercam. Faltou, porém, melhor desenvolvimento das soluções plásticas, assim como clareza e fluidez na distribuição espacial. O desenvolvimento do anteprojeto não aproveitou todo o potencial oferecido pelo partido.”

_________________________________________________________________________

Quinto Lugar – Autores: André Michels Chibaqui, Bruna Teodoro Cargnin, Caetano de Freitas Medeiros, Luiz César Ferreira dos Santos Jr., Marcos Silva Oshiro, Renata de Figueiredo e Samuel Soares Sandrini (SC)

Comentários da Comissão Julgadora:

“A proposta manteve a legibilidade, a similaridade da linguagem arquitetônica em relação ao EDSERJ e a referência à topografia original do terreno. Entretanto houve pouca evolução entre as duas etapas do concurso e as alterações da organização espacial no embasamento não resultaram em melhoria significativa. Além disso, a solução estrutural apresenta um nível de complexidade incompatível com o resultado final obtido.”

_________________________________________________________________________ Agradecemos ao BNDES pela disponibilização das informações.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s