Escenarios Deportivos – Medellín – Colômbia

Escenarios Deportivos Sports Sceneries - Imagem 16 -Foto por_CRISTOBAL PALMA

Veja a seguir o projeto Escenarios Deportivos , conjunto de equipamentos esportivos construído em Medellín, na Colômbia e que resultou de concurso de Arquitetura. O projeto é de autoria conjunta dos escritórios plan:b arquitectosmazzanti arquitectos.



Descrição do Projeto

(texto dos autores. Tradução: editoria concursosdeprojeto.org)

a. Permeabilidade urbana + conjunto edificado
Este concurso teve como objetivo o projeto de 4 edifícios para funções esportivas que deveriam, ao mesmo tempo, ter funcionamento independente e ser organizados como um conjunto. Esta proposta tratou o grupo de edificações como um único elemento ou conjunto edificado, com espaços concebidos a partir das mesmas estratégias técnicas e espaciais (adaptando-se à agilidade demandada para o processo construtivo). Dessa forma, foram propostos espaços públicos semi-cobertos integrados aos espaços esportivos e jardins.

b. Posição Urbana
A orientação solar e os ventos do Vale, combinados ao urbanismo existente permitiu definir a localização dos edifícios, suas arquibancadas e os espaços públicos de circulação: as fachadas norte e sul se abrem na direção dos ventos dominantes, enquanto as faces leste e oeste abrigam as arquibancadas e beirais que protegem os espaços da forte insolação da manhã e da tarde, resultando em projeto que se ajusta às demandas bioclimáticas.

c. Faixas
O projeto apresenta um sistema geométrico de cobertura composto por faixas paralelas, que funcionam ao mesmo tempo como elementos técnicos, espaciais e bioclimáticos. Tais elementos podem se estender na direção leste ou se repetir nas direções norte e sul, ou podem variar em altura, a fim de ajustar os espaços às demandas de altura das diversas atividades esportivas (ginástica, luta, basquetebol, voleibol) ou em relação à incidência do sol.

d. Relação com as montanhas, estrutura e detalhes
As faixas são na realidade um sistema de 7 elementos paralelos metálicos que variam sua geometria e se relacionam com o contexto montanhoso ou topográfico da cidade. Tais estruturas metálicas (cada elemento é composto por três colunas agrupadas) respondem aos diferentes esforços estruturais, além de conduzir a água das chuvas das coberturas até a rede pública de drenagem. A partir de um mesmo conjunto de detalhes (fachada perfurada e faixas em balanço) se resolvem de maneira repetida aspectos bioclimáticos e espaciais.

e. Transparência
O projeto dispensa a climatização mecânica, uma vez que as fachadas são perfuradas, que reduzem a velocidade do vento mas não impedem a sua passagem para o interior do edifício. Além disso, amplos balanços protegem o ambiente interno da incidência solar. Além do conforto, tal permeabilidade permite que haja transparência e visibilidade das atividades que ocorrem no interior, combinando a vida pública do entorno com as atividades esportivas que ocorrem dentro dos espaços.


Ficha Técnica

4 Escenarios Deportivos

Uso: Instalações construídas originalmente para os Jogos Sulamericanos de 2010: Basquetebol, Ginástica, Artes Marciais e Voleibol.

Ano: 2009

Área: 30.694 m2

Custo: US$ 800/m2

Localização: Medellín, Colômbia

Altitude: 1478m

Temperatura: 16-31ºC;

Umidade relativa do ar: 68%

Orientação: Norte-Sul

Direção dos ventos: Norte-Sul

Estrutura: Colunas e vigas em aço. Cerchas /Steel columns and beams. Trusses.

Materiais: Fachadas em painéis perfurados de aço, pintura epox, elementos pré-fabricados em concreto.

Arquitetos: Felipe Mesa (plan:b arquitectos) + Giancarlo Mazzanti (mazzanti arquitectos)

Coordenação do Projeto: Felipe Mesa (plan:b arquitectos) + Giancarlo Mazzanti (mazzanti arquitectos)

Equipe:

Arquitetos colaboradores – Concurso: Andrés Sarmiento, Jairo Ovalle, Rocío Lamprea, Fredy Pantoja, Carlos Bueno, Ana Prado, Carlos Acero y Jaime Borbón

Equipe complementar: Sandra Ferrer, Damián Mosquera, Juan Pablo Buitrago, Marcela de la Hoz y Diego Erazo

Arquitetos colaboradores – Projeto: Rocío Lamprea, Susana Somoza, Carlos Bueno, Luisa Restrepo, Alberto Aranda, Esteban Monsalve, Juan Pablo Ramos, Andrés Cardona y María Alejandra Pérez

Equipe complementar: Julio Gallego, Yerickson Rodríguez, Andrea Retat, Verónica Betancur, Julio Moreno, Luisa Amaya, Sebastián Serna, Andrés Prado, María Camila Giraldo y Lucia Largo

Cliente: INDER – Instituto de Deportes y Recreación de Medellín – Colômbia

Créditos Fotográficos: Iwan Baan, Veronica Restrepo e Segio Gómez


Agradecemos aos autores pela disponibilização do projeto para publicação.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s