Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Next Generation – 3º Lugar

Prêmio Holcim –  Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Next Generation – 3º Lugar

____________________________________________________________________

Next Generation

3º Lugar – Densificação e expansão de edifícios universitários, Rio de Janeiro, Brasil

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: Não aplicável

Autor Principal: Gabriel Kozlowski Maia, Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), Brasil

Outros Autores: Pedro Chianelli Salgado Dieguez and Maria Luiza Labarthe, PUC-Rio, Brasil

____________________________________________________________________

 Densificação e atualização de edifícios universitários, Rio de Janeiro, Brasil 

A desordem e a falta de espaço que caracterizam o campus universitário da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro deram início ao projeto Infraestrutura de ligação: expandindo a capacidade da universidadeO primeiro componente do projeto é a transferência de uma área de estacionamento que atrapalha o acesso ao campus para uma laje de cobertura não utilizada de um túnel . A segunda e maior intervenção é uma nova estrutura que interliga e expande dois edifícios existentes na mesma área localizada na entrada do campus. Essa estrutura de vários andares terá também um valor simbólico, demonstrando a união através da interligação das duas principais estruturas existentes e da nova instalação de estacionamento.

O júri considerou a abordagem geral do projeto convincente, densificando por um lado o campus e, por outro lado, criando novos espaços públicos. A necessidade de tratamento de estruturas existentes é um tema de grande valor, especialmente quando o projeto demonstra a ousadia de lidar com edifícios bem concebidos. A intenção de promover a simplicidade está bem apresentada na estratégia projetual.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – América Latina – Next Generation – 2º Lugar

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – América Latina – Next Generation” – 2º Lugar

____________________________________________________________________

Revigoração de Hidrovias para Transporte e Desenvolvimento Sustentável, Puerto Suárez, na Bolívia

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: Não aplicável

Autor: Martin Fernández de Lema, Universidad de Buenos Aires (UBA), Argentina

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

O projeto é idealizado para uma área de conservação do Pantanal, uma paisagem complexa que abrange 200,000 km² de lagos, rios e áreas alagadas na zona fronteiriça entre Bolívia, Brasil e Paraguai. A importância estratégica da área para o interior da América do Sul é identificada, tanto por meio de uma investigação de seu potencial como rota de transporte entre os portos do oceano e do interior, e como espaço de vida para aqueles que têm opções limitadas para desenvolver seus meios de subsistência. Como ponto de partida, o Interior Sul explora o potencial para aproveitar a água, que inunda até 80% da área de terra durante a estação chuvosa. Então, elementos fundamentais são propostos, servindo como unidades flutuantes de produção, moradia, comércio e ensino.

Comentário do júri

O júri elogiou o projeto por sua abordagem holística de larga escala associada a soluções de micro-níveis de detalhes, tais como questões sociais, e sua abordagem realista para um projecto transnacional. Nesse sentido, o pensamento integrado da linha de produção-mercado-educação e o impacto social são contribuintes particularmente importantes para a qualidade do projeto.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Next Generation – 1º Lugar

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – Next Generation – 1º Lugar

____________________________________________________________________

Prêmio “Next Generation”

1º Lugar – Energia Auto Suficiente e Dessalinização da Água, Córdoba, Argentina

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: Não aplicável

Autor Principal: Mauro Ivan Barrio, Universidad Nacional de Córdoba (UNC), Argentina

Outros Autores: Matias Damian Martin and Juan Pablo Accotto, UNC, Argentina

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

O conceito, SED – Fábrica de Água, responde ao cenário do colapso do sistema global baseado na trajetória de corrente ecológica, econômica e crises sociais. Em seguida, questiona o papel da arquitetura num espaço futuro. Como um tema central, a questão do abastecimento de água é elucidado e o uso ecológico de plantas de dessalinização com base em métodos naturais é explorado. O conceito considera a eficácia de um aplicativo de arquitetura para a sensibilização e educação das comunidades sobre o assunto. O que se propõe são módulos instalados no mar, transportáveis, servindo as cidades ou regiões em crise, em eventos temporários, e, assim, fornecendo infra-estrutura auxiliar.

Comentário do júri

O júri destacou a abordagem abrangente e ampla e a qualidade visionária e forte do projeto. A ousadia do projeto foi apreciada, ao arriscar a controversa questão de aceitar um cenário pessimista, com uma base que leva a conseqüências potencialmente catastróficas para a paisagem urbana. Ao levantar esta utopia, o projeto mostra de uma forma inteligente que uma integração cuidadosa de componentes tecnológicos, sociais e estéticos podem levar a perspectivas otimistas.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pelo direito de divulgação dos premiados do concurso.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Menção Honrosa – Cidade do México

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – América Latina – Menção Honrosa

____________________________________________________________________

Corredor de Trânsito Urbano e Plano Diretor de Remediação do Rio, Cidade do México, México

Tipo de Projeto: Paisagem, Desenho Urbano e projetos de infraestrutura

Início da construção: Outubro de 2013

Autor Principal: Elias Cattan, Taller13 Arquitectura Regenerativa, Mexico

Outros Autores: Delfin Montañana, Lucie Nguyen, David Mandujano, and Miguel Mercado, Taller13 Arquitectura Regenerativa, Mexico

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

Tomando a Cidade do México como um estudo de caso concreto, a Regeneração do Rio La Piedad resulta de reflexões sobre o crescimento das megacidades e na confiança das sociedades em sistemas individuais de tráfego motorizado, levando à degradação ambiental dos ecossistemas em todo o mundo. O que se pretende é a regeneração dos sistemas vivos para perpetuar os padrões de auto-renovação, em vez de sua contaminação e degradação rápida – propor uma mudança fundamental na relação das sociedades com o meio ambiente. Para a Cidade do México, o plano promove a regeneração dos sistemas viários e uma estratégia de mobilidade integrada para a metrópole e sua bacia hidrográfica, na Bacia de Anahuac. Para o Rio La Piedad o projeto sugere a conversão de estradas em parques lineares acompanhado por transporte público eficiente (BRT: Bus Rapid Transit) e ciclovias.

Comentário do júri

O júri destacou a força visionária do projeto, apontando para uma questão fundamental da metrópole de hoje, com base em um estudo da história da Cidade do México e demandas atuais, apelando para debates estratégicos. Além da abordagem teórica, propostas práticas são elaboradas, como os espaços atualmente utilizados para as estradas, que são convertidos em corredores verdes.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Menção Honrosa – Oaxaca Valley – Mexico

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Menção Honrosa

____________________________________________________________________

Recuperação da Rede de Transporte Ferroviário, Oaxaca Valley, Mexico

Tipo de Projeto: Paisagem , desenho urbano e projetos de infraestrutura

Início da Construção: Janeiro de 2012

Autor: Gustavo Madrid Vazquez, espacio entre tiempo Architects, Mexico

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

A ideia do projeto é a revitalização da rede de transportes ferroviários em desuso no vale de Oaxaca – um dos estados mais pobres do México. O sistema ferroviário foi um elemento importante para o transporte de mais de um século até que as faixas foram desativadas na década de 1990 depois que a área urbana havia crescido. Enfrentando os desafios do futuro, o projeto propõe a inserção de um novo sistema de “bondes elétricos” de piso rebaixado para fornecer um sistema de transporte público seguro e de alta qualidade que aumenta a mobilidade nas áreas de intervenção, com vantagens ambientais e redução da dependência do transporte individual. O sistema fornecerá transporte público de curta e média distância para mais de 700.000 pessoas. Além desta função prática o projeto vai estimular a região com uma visão para um “futuro mais limpo, mais saudável e seguro”. Para integrar a rede ferroviária regional no tecido urbano, instalações de bicicleta são propostas para as estações ferroviárias, bem como um sistema de ciclovia ao longo dos corredores ferroviários.

Comentário do júri

O júri reconheceu o conceito de trânsito promissor e a clara integração da estratégia urbana. A viabilidade do conceito é óbvia, uma vez que aproveita a posse da terra existentes do corredor de infra-estrutura.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Menção Honrosa – Argentina

Premiados Holcim – Menção Honrosa – Biblioteca com Integração de Alcance Comunitário, Rosario, Argentina

____________________________________________________________________

Biblioteca com Integração de Alcance Comunitário, Rosario, Argentina

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: 2012

Autor Principal: Alfredo Tapia, AFT Arquitectos e equipe, Argentina

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

O projeto Biblioteca de Tróia foi iniciado pelo governo municipal de Rosário, em resposta à pobreza do país, numa avaliação mundial em 2009, sobre os campos da matemática, ciências e leitura. A estratégia prevê a infra-estrutura da biblioteca e uma vasta rede de atividades complementares para gerar fluxo de utilização do mecanismo na terceira maior cidade da Argentina com uma população de 1,2 milhões de habitantes. Para atingir este objetivo, além da função básica como biblioteca, uma série de atividades complementares são propostas que assumir o desafio de atrair usuários potenciais da biblioteca. O conjunto de serviços sócio-culturais incorporados no projeto inclui instalações desportivas, um cinema, skatepark, estação para o sistema de bicicletas da cidade, centro de acolhimento de crianças e estúdios de dança. O projeto propõe uma economia de meios através de uma estrutura simples, com caráter modular, bem como uma aplicação adequada de recursos técnicos e materiais alinhados com a abordagem do projeto.

Comentário do júri

O júri reconhece a qualidade madura de todo o projeto e sua bem equilibrada e contextualizada qualidade arquitetônica. O estudo aprofundado das necessidades dos futuros usuários é visto como o seu elemento mais forte, juntamente com a transcrição de modéstia elegante para a linguagem arquitetônica, usando uma construção simples de moldura de compensado que cria uma atmosfera altamente adequada e humana.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 América Latina – Menção Honrosa – Chile

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Menção Honrosa – Biblioteca Universitária Verde, Santiago, Chile

____________________________________________________________________

Biblioteca Universitária Verde, Santiago, Chile

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: Julho de 2010

Autor: Mathias Klotz, klotz y asociados ltda, Chile

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

Este projeto da biblioteca universitária continua de obras anteriores para construir a privada sem fins lucrativos Universidade Diego Portales. Fundada em 1982, a universidade no centro de Santiago tem mais de 1.300 docentes e 11.000 alunos com programas nacionalmente reconhecidos no mundo dos negócios, direito, psicologia e jornalismo. O projeto atende às demandas da situação densa, com um layout multi-piso e elementos que trazem adicionalmente a luz natural e o ar fresco  para o edifício ou fornecem espaços de retiro, como o telhado verde. Tanto com os materiais de refletir e o plantio intenso, como o pátio interno tem funções de fonte de luz. A característica mais visível da Biblioteca Central da Universidade Diego Portales é um verde fachada, que funciona como um filtro solar – enquanto ao mesmo tempo, melhora as credenciais “verdes” promovido pela universidade. O edifício será o primeiro no Chile para atender a certificação LEED Gold standard.

Comentário do júri

O júri aplaude a alta qualidade do projeto e a ambição da mistura de linguagem purista arquitetônica com componentes amigos do ambiente. O plano de financiamento, especialmente o conceito de financiamento transparente tem uma grande qualidade inovadora. O elemento mais forte da abordagem é a interação do edifício com a cidade através de seus espaços bem articulados de transição.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável 2010-2012 – América Latina – Menção – México

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 - Menção Honrosa

____________________________________________________________________

Conscientização Ecológica e Recreação Preservada, Banderilla, México

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: Janeiro de 2012

Autor Principal: Jorge Ambrosi, Ambrosi Arquitectos, Mexico

Outros Autores: Pablo Rodolfo Pardo, Pardo Cué Arquitectos, Mexico

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

A intenção deste projeto de grande escala é salvar uma área florestal de mais de 50ha no município de Bandarilha, adjacente à capital do estado de Xalapa, em Veracruz, México. A floresta sofre em risco de invasão urbana e o projeto visa garantir que o capital físico, ecológico e econômico do sítio sejam reforçadas e sejam suficientemente fortes para uma nova adaptação ao longo do tempo. Para alcançar o objetivo, além da proteção da ecologia existente, a estratégia do Centro de Ecologia “La Martinica” é ativar toda a floresta como um espaço educacional, pontuada por uma série de instalações e novos edifícios em escalas variadas. As facilidades são oferecidas para os visitantes tanto para curto prazo como também para usuários de longo prazo. As instalações compreendem uma torre de vigia e um museu, além de equipamentos  recreativos, agrícolas e educacionais.

Comentário do júri

O júri destacou o conceito integrador, ligando paisagem e intervenção arquitetônica com uma dimensão educativa. Mesmo que as construções não tenham nenhuma inovação significativa, os edifícios oferecem um grau adequado de projeto e de integração na paisagem. Outra qualidade ressaltada pelo júri é a realização da abordagem pragmática mostrado no esquema, em geral, e a proposição em relação ao faseamento e financiamento, em particular.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Bronze

Prêmio Holcim – - Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Bronze

____________________________________________________________________

Bronze -Plano Diretor de Regeneração Urbana, Ciudad Juárez, México

Tipo de Projeto: Paisagem, Desenho urbano e projetos de infraestrutura

Início da Construção: Julho de 2011

Autor Principal: Jose Castillo, arquitectura 911sc, Mexico

Outros Autores: Saidee Springall, arquitectura 911sc, Mexico

____________________________________________________________________

Descrição do projeto

O projeto faz parte de uma estratégia geral introduzida pelo governo federal mexicano de Ciudad Juarez, uma cidade de 1,5 milhão de pessoas na fronteira EUA-México. A cidade está localizada numa posição estratégica para o tráfico de drogas e armas e sofre com os crescentes níveis de violência, apesar dos  esforços da atual administração para reduzir o tráfico de drogas.

“We are all Juarez!” – Uma estratégia, incluindo mais de 150 compromissos, pretende melhorar radicalmente as condições sociais, econômicas e físicas da cidade. Um componente da estratégia é o plano diretor de espaços públicos  para o setor noroeste da cidade, que funciona em várias escalas e utiliza uma abordagem multifacetada. É a partir da consolidação de bacias de retenção de água existentes para mitigar inundações futuras, e sua conversão em espaços públicos. Diferentes instalações são introduzidas, incluindo terraços agrícolas, workshops, lotes comerciais, parques infantis, instalações desportivas, um parque de skate e unidades habitacionais progressivas. Eles oferecem espaço para atividades econômicas, educativas e recreativas com a intenção geral de fortalecimento das redes comunitárias.

Comentário do júri

O júri destacou abordagem ponderada e descomplicada. O projeto tem um grande potencial para não continuar a ser uma ação singular, mas gerar um impacto para as comunidades locais e bairros e, assim, toda a cidade em escala urbana. Elementos muito apreciados foram o foco versátil, a abordagem inclusiva para oficinas comunitárias e ONGs, bem como a alta qualidade estética que valida a ação de reunir toda a sociedade.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pelo direito de divulgação dos premiados do concurso.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Prata

Prêmio Holcim – Construção Sustentável – 2010-2012 – América Latina – Prata

____________________________________________________________________

Prata – Plano Diretor de  Reconstrução Sustentável Pós-tsunami, Constitución, Chile

Tipo de Projeto: Paisagem , desenho urbano e projetos de infraestrutura

Início da Construção: Janeiro de 2012

Autor Principal: Alejandro Aravena, ELEMENTAL S.A., Chile

Outros Autores: Víctor Oddó, Gonzalo Arteaga, Fernando García-Huidobro, Diego Torres, Cristián Martínez, e Juan Cerda, ELEMENTAL S.A., Chile; Alejandro Gutiérrez, Arup, Reino Unido; Eugenio Tironi, Tironi Asosciados, Chile

____________________________________________________________________

Plano Diretor de  Reconstrução Sustentável Pós-tsunami, Constitución, Chile

Este plano diretor foi desenvolvido depois do terremoto e do tsunami que em 2010 destruiu a cidade de Constitución, de 46.000 habitantes, localizada sobre a costa do Oceano Pacífico e a 300 km sudeste da cidade capital do Chile, Santiago.

8.8 – Terremoto no Chile – O plano diretor de reconstrução sustentável propõe a estratégia de responder com “respostas geográficas” às “ameaças geográficas” que representam os terremotos e tsunamis. Em vez de considerar a proibição de construção ou uma barreira enorme ao longo das zonas de risco, o projeto propõe plantar vegetação nas áreas sujeitas a inundações, a fim de quebrar as ondas. Por trás desta primeira linha de defesa natural são locadas instalações que possuem restrições específicas sobre o uso e o layout das áreas de piso térreo. Estas duas intervenções são acompanhadas por um plano de evacuação como um terceiro elemento de proteção. O objetivo é a preservação a longo prazo da cidade, a sua posição histórica ao lado do monte estuário – uma localização estratégica para a economia da cidade. A ideia é criar espaços públicos abertos ao longo das margens do rio que aliviam a falta de áreas de lazer no centro da cidade, bem como o apoio a dissipação do escoamento de águas pluviais para evitar enchentes ainda maiores.

O júri valoriza a abordagem ponderada de propor uma estratégia de longo prazo de melhorar o ambiente construído, em vez de implementar um plano de ação  para reconstruir o que havia sido destruído pelos tsunamis e terremotos. Além disso, a criação efetiva do projeto na comunidade social, através da participação do cidadão foi reconhecido, demonstrando a sensibilidade contextual e social do plano diretor.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.

Prêmio Holcim – Construção Sustentável 2010-2012 – América Latina – Ouro

Premiados Holcim – Ouro – América Latina

____________________________________________________________________

Tipo de Projeto: Construção e obras de engenharia civil

Início da Construção: Junho de 2011

Ouro – Remediação Urbana e Infraestrutura Cívica, São Paulo, Brasil

Autor Principal: Alfredo Brillembourg, Urban Think Tank, Brasil

Outros Autores: Hubert Klumpner, Urban Think Tank, Brasil

____________________________________________________________________

Centro de revitalização urbana e infraestrutura civil, São Paulo, Brasil

Este projeto para um edifício público multifuncional, intitulado Grotão – Fábrica de Música, está localizado no Grotão, no coração da favela de Paraisópolis, em São Paulo. Com mais de 100.000 habitantes, essa é um dos maiores assentamentos informais do mundo. Assim como várias outras favelas, e apesar da sua localização excepcionalmente central, esta área está  efetivamente separada do centro formal da cidade e de toda a sua infraestrutura social e cultural. Além disso, devido ao desenvolvimento informal e às condições topográficas e  geológicas da área, este local é caracterizado pela ocorrência crescente de erosões e de perigosos deslizamentos de lama. O projeto assume esses dois desafios principais dependendo de uma intensa participação comunitária para o seu desenvolvimento. A topografia, neste projeto, é mantida e estabilizada com o objetivo de prevenir futuras erosões, criando uma arena  natural em um espaço público com terraço e incluindo uma área reservada para agricultura urbana. Diversas características de baixa tecnologia são propostas. Será introduzido um sistema de gerenciamento de água que permite a utilização de água de chuva no local e o reaproveitamento de água cinzenta. Um sistema integrado para o uso ativo e passivo da  ventilação, do resfriamento e do ar condicionado vai ser aproveitado tanto na construção do edifício como na do anfiteatro. Na sua estrutura vertical, o prédio oferecerá diversos espaços para escolas de música, incluindo uma pequena sala de concertos, além de instalações esportivas, espaços públicos e infraestruturas de transporte.

O júri destacou a abordagem holística, que integra todas as dimensões de sustentabilidade em escalas macro e micro. É de alta qualidade a abordagem urbana utilizada na criação de uma densidade vertical no contexto da expansão de baixa densidade da favela e na abertura para espaços públicos ao seu redor, sob e dentro do edifício. Através do seu conceito integrativo e da introdução de instalações de “alto nível” cultural com qualidade arquitetônica, o projeto tem o potencial de contribuir para o enriquecimento da consciência social e da coesão na área. Além disso, a aplicação adequada de características técnicas possui um caráter exemplar e educativo. O projeto Grotão – Fábrica de Música foi elogiado pelo envolvimento altamente integrador da comunidade local, com uma abordagem de planejamento e gerenciamento “de baixo para cima”.

____________________________________________________________________

Fonte: holcimfoundation.org – Agradecemos à Fundação Holcim pela disponibilização das informações e imagens.