4° lugar – Libeskindllovet Arquitetos

Memorial Descritivo

PARTIDO:

“Nesta cidade, feita de sucessivas adições, de fragmentos, o projeto cria com sua implantação uma determinada ordem e uma rica variedade de espaços, promovendo o encontro da população. A intervenção proposta explora a capacidade da arquitetura e do urbanismo, privilegiando a interação entre a Unidade do Sesc, o Parque Vicente Leporace e a cidade. O projeto aposta decididamente pela conexão do parque com o prédio, definindo um novo espaço de transição entre a cidade e a natureza. Constrói-se assim um “container” de atividades, um centro de cultura e lazer do cidadão; um local de desfrute da cidade, da natureza e do tempo livre. O projeto para a nova Unidade do Sesc procurou ser implantado com o mínimo de interferência no terreno natural, aproveitando os desníveis e o platô existente.

Partimos da idéia de dois eixos orientadores. Um deles, paralelo à Avenida Guilherme Lino dos Santos, conforma um volume retangular horizontal, ligeiramente suspenso do solo, que constitui o prédio principal. O outro, perpendicular, se converte em uma plataforma que dá continuidade física e visual para a rua Santa Barbara, trazendo o pedestre para dentro da unidade. A partir do cruzamento desses eixos, o programa do Sesc é distribuído de acordo com as necessidades e potencialidades de cada atividade em relação ao espaço.

Nos extremos do eixo perpendicular, em níveis diferentes, encontram-se os acessos principais da Unidade, que convergem em um átrio central, área de convivência, com pé-direito amplo e grandes vazios. Nesse espaço se encontra também o núcleo de circulação vertical, a espinha dorsal do prédio. Este grande átrio interno, que permite ver com clareza os ambientes que definem o programa, recebe o visitante e o direciona às diferentes áreas. O átrio interno é banhado pela luz natural que entra, após ser filtrada pelos brises, pela fachada e pela cobertura.

O programa é dividido em 4 pavimentos. No pavimento térreo, estão concentrados o acesso inferior, os acessos de serviço, a entrada para o estacionamento e o setor operacional. Próximo a entrada social, ficam a Clínica Odontológica e a Estação de Educação Ambiental. Essa entrada é marcada pelo volume da caixa d`água, que atua como um grande totem afirmando a presença do Sesc e o seu caráter institucional. O primeiro pavimento ocupa o platô formado pelo antigo campo de futebol. Nele, a partir da área de convivência, se distribuem as atividades principais do Sesc: as esportivas cobertas (piscina e ginásio), as esportivas descobertas (piscina recreativa e quadras) e o teatro, com acesso controlado e do restaurante – cafeteria e os espaços de lazer e convivência ao ar livre para o publico geral. O conjunto aquático descoberto e a piscina coberta (acomodada no desnível do terreno) ficam lado a lado, concentrando o acesso, os vestiários e as áreas técnicas e de apoio de ambas.

No segundo pavimento, se encontra o acesso de quem vem pelo parque ou pela rua Santa Bárbara: uma plataforma que se converte no espaço dos acontecimentos, podendo ser habitada de diferentes formas, como uma superfície capaz de acolher vários usos. A plataforma fica nivelada com a cidade no ponto mas alto do terreno, se convertendo em um mirante. As atividades mais privativas e de programa mais específico, como é o caso da administração, das salas de formação musical e da biblioteca, estão no terceiro, e último, pavimento.

ESPECIFICAÇÕES GERAIS:

O prédio será construído parte em estrutura de concreto, parte em estrutura metálica, alvenaria para áreas molhadas e divisórias modulares para os ambientes de trabalho. Para prover flexibilidade de espaços a estrutura está modulada em vãos de 10 x 10m, prevendo shafts para as instalações de elétrica e hidráulica.

O fechamento externo do edifício recebe caixilhos e vidros de segurança e placas de concreto pré-moldado; a proteção solar se dará através de uma segunda pele metálica com translucidez controlada. O ginásio será envolvido por uma pele composta por peças de vidro autoportante e com propriedades acústicas (UGlass).

CONFORTO AMBIENTAL:

O conjunto tem cuidado com o impacto ambiental, respeitando parte da vegetação existente, mantendo áreas permeáveis, integrando-se física e socialmente com a cidade.

As edificações foram projetadas conforme as condições de latitude e de topografia, visando uma arquitetura bioclimática que controle iluminação, ventilação cruzada e insolação térmica, minimizando o uso de ar condicionado. O revestimento das fachadas ajuda a criar a convecção dando-se o efeito de sucção.Todos os blocos possuem ventilação natural. No bloco principal, o ar aquecido sai naturalmente pelas frestas da cobertura de vidro do átrio central. Sobre a cobertura do prédio principal, que se estende longitudinalmente no sentido norte-sul, estão os coletores solares para aquecimento da água. Serão captadas as águas pluviais para seu reuso nas bacias e na irrigação das áreas verdes. Está prevista também a utilização de novas tecnologias de iluminação, para redução de manutenção e de consumo e a utilização de materias provenientes de reciclagem e reutilização, a fim de que seja priorizada a utilização de materiais locais e de produtos de baixo impacto ambiental.

PAISAGISMO:

O projeto de paisagismo não é complementar ao edifício, pelo contrário, é o componente vegetal que faz o nexo entre o ambiente construído e o natural. O projeto de paisagismo proposto, portanto, interpreta o existente, enfatizando os seus aspectos mais importantes e reconstruindo relações. A manutenção dos percursos peatonais é uma das considerações do projeto que oferta estas possibilidades de caminhos como gentileza urbana.

1. Complementação da vegetação arbórea existente no entorno: a propriação da paisagem extramuros para definição do limite visual, incorporando a paisagem envoltória no projeto. Como contraponto às árvores existentes, foram criadas umas alamedas de Caesalpinias pheltophoroides (sibipirunas) e Lecithis pisonis (sapucaia) dentro do parque e de Caesalpinias ferrea (pau-ferro) na Av. Santa Bárbara e na Av. Guilherme Lino dos Santos.

2. Vegetação Interna: foram propostas espécies com flores para compor com o verde dos eucaliptos existentes, dentre elas a Plumeria rubra (jasmim-manga) e a Tabebuia chrysotricha (ipê-amarelo).

3. Estacionamento: proposição de vegetação arbórea, sombreando o estacionamento descoberto (piso permeável). Arbóreas propostas: Plumeria rubra (jasmim-manga) ou Tabebuia impetiginosa (ipê-roxo).

4. Áreas gramadas: utilização de forrações nos taludes e na cobertura da piscina, contribuindo com o isolamento térmico desejável: Arachis pumila (grama amendoim) e Dichondra repens (dicondra).

5. Espelhos d´água :proposição de jardins aquáticos. Plantas propostas: nymphoides peltata (ninféa), Typhonodorum lindleyannum (banana d´água), Colocasia giganteae (orelha-de-elefante), Echinodorus macrophyllum (chapéu-de-couro), Pistia stratioides (alface-d´água) e Pontederia cordata.”

_________________________________________________________________________________________

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA

“A implantação está configurada com   um subsolo, um térreo e três andares superiores. A proposta prevê a inserção da edificação na malha urbana existente, criando dois acessos de pedestres em diferentes níveis, o que exigirá controles distintos. O eixo central que articula os acessos da Av. Guilherme Lino dos Santos e do prolongamento da R. Santa Bárbara, também integra as atividades da unidade, assim como as áreas abertas e descobertas. No entanto, o acesso principal da Av. Guilherme Lino dos Santos, por meio de escadas e elevadores e sem contato visual com o saguão principal, dificulta a clara percepção das demais funções da unidade. A proposta buscou atender ao programa de cultura e lazer delineado pelo Termo de Referência, ainda que tenha subdimensionado algumas áreas e proposto uma setorização que comprometeu os fluxos.”

_________________________________________________________________________________________

FICHA TÉCNICA

Projeto de Arquitetura:

Libeskindllovet Arquitetos

_________________________________________________________________________________________