Premiados – Expo Profissionais – Projetos – 8a BIA SP

Como parte da 8ª BIA – Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo foi realizada a Exposição Internacional de Arquitetura e Urbanismo para Profissionais, que distribuiu premiações nas categorias Obras Concluídas e Projetos.

Os trabalhos inscritos foram submetidos a uma seleção, realizada pela Comissão Curadora, composta pelos arquitetos: Alberto Botti, Liane Makowski Almeida, Roberto Loeb, Romeu Duarte Junior e Valter Caldana. Entre os trabalhos selecionados foram escolhidos os premiados e menções, pela Comissão Julgadora composta pelos arquitetos: Barbara Irene Wasinski Prado (Maranhão), Carlos Lucas Mali (Mato Grosso do Sul), Fernando Márcio de Oliveira (Sergipe), José Afonso Botura Portocarrero (Mato Grosso), Luiz Leite de Oliveira (Rondônia), Maurício Ivan Ganduglia (Angola), Nilberto Gomes de Sousa (Piauí), Roberto Montezuma (Pernambuco), Stephen S.Y.Lau (Hong Kong), Sylvio Emrich de Podestá (Minas Gerais), Tarcísio Bahia de Andrade (Espírito Santo) e Thomas Tsang (Hong Kong).

O presidente da Comissão Julgadora, que não teve direito a voto, foi o arquiteto Valter Caldana.

Os projetos foram julgados a partir dos seguintes critérios:

Espacialidade – a qualidade do projeto com relação a soluções espaciais relacionadas à interpretação contemporânea de programa, sítio e necessidades e recursos humanos, financeiros e tecnológicos.

Conectividade – a qualidade do projeto com relação às diretrizes de planejamento, contexto urbano e ligações com outros usos do solo, fluxos pedestres e de veículos, e infra-estrutura urbana.

Originalidade – a qualidade do projeto com relação a um vocabulário projetual avançado, inovação tecnológica e interesse visual.

Sustentabilidade – a qualidade do projeto com relação ao uso de fontes energéticas sustentáveis, materiais reciclados e/ou recicláveis e tecnologias construtivas baseadas em fontes renováveis e que ofereçam economias de escala com a redução de custos de construção e manutenção.

_____________________________________________________________________________________________________

Veja abaixo os premiados e menções na categoria Profissionais – Projetos:

Os projetos completos serão publicados à medida em que forem disponibilizados pelos seus autores.

________________________________________________________________________

1º PRÊMIO

Título do trabalho: Fabricando Sustentabilidade

Autor: Leonardo Alvarez.

Co-Autor: Manuel Cadrecha

Escritório: PERKINS+WILL

Localização: Beijing, China

_____________________________________________________________________________________________________

2º PRÊMIO

Título do trabalho: Ecos na Paisagem

Autor: Augusto Anéas

Localização: Centro Expandido da cidade de São Paulo

_____________________________________________________________________________________________________

3º PRÊMIO

Título do trabalho: Edifício Sede Multinacional

Autores: Thiago Bernardes e Paulo Jacobsen – Bernardes Jacobsen Arquitetura

Colaboradores: Bernardo Jacobsen, Daniel Vanucchi, Edgar Murata, Frederico Escobar, Marcela Siniauskas, Rafael Zampini, Gabriel Bocchile, Daniel Macedo, Erick Rodrigues, Jinny Yim e Fernanda Maeda.

Localização: Praia de Botafogo – Rio de Janeiro

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: Chácara Silvestre – Centro de Cultura e Educação Ambiental

Autores: Ararê Sennes e Caio Marin

Colaboradores: Valéria Caruso, Vera Hirata e Camila Bellatini

Localização: São Bernardo do Campo – São Paulo

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: Edifício Zarvos Natingui

Autores: Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz

Colaboradores: Juliana Nohara, Marina Almeida, Mônica Harumi, Renata Davi.

Localização: São Paulo – SP.

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: Parque Memorial Madeira Mamoré

Autora: Rosa Grena Kliass

Co-Autores: Maria Cecília Barbieri Gorski e Michel Todel Gorski

Colaboradores: Beatriz Demattio Johansen, Cássia Regina Dias, Demétrius Borges dos S. G. de Araújo, Luciana Cristina Mantovani, Deise Corrêa e Maria Maddalena Ré

Localização: Porto Velho – RO

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: UNICAMP 2030 – Sistema de Adensamento Sustentável

Equipe: Arqs. Leandro Silva Medrano, Gabriela Celani, Júlia Spinelli, Estudantes: André Gomes Soares, Gabriela Ortega, Giusepe Filocomo, Henrique Rizzi, Isabela Sancho, Luciane Tomiyasu, Natália Amgarten Simão, Tainá Ceccato.

Localização: Universidade Estadual de Campinas – SP

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: Universidade Agostinho Neto

Autor: Ralph Johnson – Perkins + Will

Colaboratores – Dar al Handesah, Battle & McCarthy

Localização: Luanda – Angola

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do Trabalho: Novo Estádio de Balaídos

Autor: Jesús Llamazares Castro

Colaboradores: César Jiménez Valcárcel, Cesar Azcárate Gómez, Luis González Gómez, Alejandro Bernabéu Larena, Arturo Cabo Ordoñez, Juan Mª Ruiz Caabeiro, Joao Rafael Abreu Fortes, José Carlos Iglesias Fernández, Júlia Metrass Mendes, Gonzalo Tello Elordi, Pablo Elorz Gaztelu, Miguel Pastor Llamas, Eugenio Domínguez Fernández, José Antonio Yubero Mateo, Mario Torices Fernández, David Cano, Andrés Mackenna Rueda, Marcela Acuña Martínez, Oscar Lorenzo Veigas, Borja Aróstegui Chapa E Juan Zarza Goyenechea

Localização: Vigo – Espanha.

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: Universidade Princesa Nora bint Abdulrahman Universidade para Mulheres – Riyadh – Arábia Saudita

Segundo informações do IAB-SP, o cliente não autorizou a publicação de informações sobre o projeto.

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do trabalho: Parque Cidade-Porto: Qualificação Urbana da Baía de Vitória

Autores: Marcello Lindgren

Co-Autores: João Cesar de Melo e Walmur Florêncio de Moura

Colaboradores: Fábio Fundão Pacheco da Costa, Braz Casagrande, Bernardo Cassaro Grasseli, Natasha Carolina Moroski e Renato Gabriel Gomes Primos.

Consultor: Marco Antônio Cypreste Romanelli

Localização: Espírito Santo

_____________________________________________________________________________________________________

MENÇÃO HONROSA

Título do Trabalho: StepHouse

Autores: Othon José de Castro Silva, Maria da Gloria de Sousa Brandão, Leonardo Marcantonio Lopes, Lígia Tammela de Faria e Sousa e Daniel da Silva Gonçalves de Melo Gomes

Colaboradores: Elaine Garrido Vazquez, Isabelle de Loys e Sylvia Meimaridou Rola

_____________________________________________________________________________________________________

Fonte: IAB-SP


5 respostas em “Premiados – Expo Profissionais – Projetos – 8a BIA SP

  1. Chácara Silvestre – Centro de Cultura e Educação Ambiental

    Gostaria de saber mas sobre esse projeto! Meu TG será um Centro de Educação, Esporte e Lazer. Gostaria de usar algumas informações do seu projeto como estudo de casos. É possível? meu email é rosana85nessa@gmail.com

  2. SOBRE AS BIENAIS DE ARQUITETURA DE SÃO PAULO

    Talvez fosse interessante nas próximas Bienais segmentar – nas edições de concursos sobre uma temática [em categorias de PROJETO e OBRA] – em ARQUITETURA uma categoria e URBANISMO outra, posto que exista ao meu ver um nível de abordagem e escala que não se aplica à proposição temática das Bienais. Vejo também a enorme quantidade de menções honrosas aplicadas que constatam a “diversidade” e não “encaixamento” da avaliação dos “objetos aos temas”.

    Tal constatação se verifica desde que visitei as primeiras Bienais como estudante, agora profissionalmente e outrora como participante da equipe que recebeu menção honrosa pela UFES no Concurso de Escolas na 6º BIA com o Projeto Neogênese, no qual o tema Utopia foi tratado como uma possibilidade até mesmo para justificar a arquitetura do espetáculo.
    Visões de mundo distintas, talvez ainda continue reticente ao tratar a arquitetura e a cidade como manifesto do puro objeto plástico e tecnológico.

    Falta-nos talvez incorporar, como outras Bienais, um segmento de Concurso por Cidades no qual, por exemplo, Bogotá foi vencedora da Bienal de Veneza por suas políticas de incentivo à mobilidade urbana e espacialização público-coletiva.

    Fica para o pensamento e debate das próximas edições da Bienal o motivo pelo qual a Bienal de Arquitetura de São Paulo tem sofrido pelo esvaziamento de trabalhos e público…
    Acho que falta condizer a sua proposta conceitual com os anseios da sociedade, extrapolando a condição de produção da unidade habitacional burguesa como máquina da verdade de nossa condição profissional… Falta-nos extrapolar a galeria como único espaço que se manifesta a obra (ao contrário de outras Bienais e campos artísticos que intervêm no espaço da cidade para que haja o rebatimento público-obra).

    Talvez tal amedrontamento esteja no fato de que ainda sejamos de certo modo uma profissão que se manifesta em revistas e galerias, longe dos cidadãos e “males” da cidade que temos que enfrentar.

    Karlos Rupf, arquiteto urbanista pela Universidade Federal do Espírito Santo, residente entre Espírito Santo e São Paulo.

    Comment por Karlos Rupf Quarta-feira, Dezembro 23, 2009 @ 6:31 am

    Só para complementar o raciocínio, acho também que falta para o Concurso Temático da Bienal a separação dos trabalhos feitos após o debruçamento sobre o tema proposto e os trabalhos advindos e “encaixados” na temática dos escritórios. Para isso existem as seções de exposição da Bienal de PROJETOS INSTITUCIONAIS e, dever-se-ia criar a de Projetos Particulares, concorrendo assim que estiver disposto a “investir” seu tempo no Concurso da Bienal, sendo que já existem as Premiações Anuais dos IAB’s e que também se verifica a recorrência dos mesmos trabalhos expostos nas bienais e sabe-se lá onde.

    karlos rupf
    arquiteto-urbanista

  3. Gostaria de entender sobre o centro expandido da cidade de São Paulo, onde encontraria o projeto para leitura mais aprofundada!
    Obrigado.

  4. As informações referentes ao projeto para a Universidade Princesa Nora bint Abdulrahman Universidade para Mulheres – Riyadh – Arábia Saudita, foram excluídas a pedido do IAB-SP, uma vez que o cliente não autorizou a divulgação do projeto.

    Fabiano Sobreira
    editor
    concursosdeprojeto.org

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s