Concurso Nacional – Campus Cabral – UFPR

Atualizado em 28/05/2012

Apresentação:

Concurso Público Nacional de Arquitetura para o novo Campus Cabral da Universidade Federal do Paraná (UFPR), cujo programa de necessidades inclui novas dependências para os cursos de Artes, Comunicação e Design, bem como novas sedes para a TV e Rádio Universitárias, a reserva técnica do Museu de Arqueologia e Etnologia – MAE; além de uma livraria para a Editora da UFPR e espaços para ampliações futuras.

Quem pode participar:

Arquitetos e Urbanistas legalmente habilitados, residentes e domiciliados no Brasil.

Tipo de concurso:

Nacional, aberto, em uma etapa.

Cronograma:

1. Inscrições: 19/Abr/2012 a 18/Jun/2012

2. Período de consultas: 26/Abr/2012 a 20/Jun/2012

3. Visita dirigida ao local: 04/Jun/2012 das 14:00 às 16:00 horas

4. Período de entrega de Trabalhos: 06 a 13/Jul/2012

5. Julgamento das Propostas: 16  a 18/Jul/2012

6. Divulgação do Resultado: 19/Jul/2012

7. Premiação, Exposição e Contratação do vencedor: 19/ago/2012 (data prevista, a ser confirmada).

Premiação:

1o Prêmio: R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais);

2o Prêmio: R$ 20.000,00 (vinte mil reais);

3o Prêmio: R$ 15.000,00 (quinze mil reais).

Podem ser atribuídas menções honrosas.

_________________________________________________________________________
Para mais informações e inscrições, consultar a página oficial do concurso.

9 respostas em “Concurso Nacional – Campus Cabral – UFPR

  1. Três itens essenciais estão me encantando neste Concurso: O envio digital do trabalho, a documentação disponível e a enorme rapidez e clareza das respostas. Sabemos que é sinal de um grande avanço nos Concursos

  2. Prezado Paulo,

    Agradeço pela informação. Recebemos o novo cronograma da coordenação do concurso e já publicamos.

    abs

    Fabiano Sobreira
    editor

  3. Prezados, como podemos deixar que nossos próprios colegas e instituições desrespeitem nossa profissão. Porque insistem em não se manifestar a respeito?

    CONCURSO PÚBLICO NACIONAL DE ARQUITETURA – CAMPUS CABRAL – UFPR:

    No documento ANEXO l, item 4.8. VIABILIDADE ECONOMICA está estimado o custo máximo da obra:

    “O custo estimado da obra por m2 é de R$ 2.520,00/m2 (dois mil quinhentos e vinte reais).”

    Porém no ANEXO XII, item 2. ESTIMADO PARA LICITAÇÃO E VALOR MÁXIMO GLOBAL: 2.1. CRITÉRIOS E PARÂMETROS ADOTADOS está estimado OUTRO VALOR para a obra:

    “Para o custo da obra utiliza-se como referência o índice do CUB-PR (Custo Unitário Básico de
    construção por metro quadrado), divulgado mensalmente pelo SINDUSCON – PR (Sindicato da
    Indústria da construção Civil – Paraná), cuja base de referência é
    Base de fevereiro/2012 – R$ 998,56/m².”

    Gostaria de perguntar a comissão organizadora do concurso e ao IAB se os referidos valores estimados não deveriam ser idênticos?
    E qual é o motivo para a remuneração do arquiteto e dos engenheiros complementares, ser calculado com base em um valor muito inferior ao da obra que será executada?

  4. No termo de referência do concurso, no item 4.8 está definido o valor por m² da OBRA:O custo estimado da obra por m2 é de R$ 2.520,00/m2…

    No Anexo XII, que delibera sobre o valor do preço dos projetos está especificado:
    Para o custo da obra utiliza-se como referência o índice do CUB-PR (Custo Unitário Básico de
    construção por metro quadrado), divulgado mensalmente pelo SINDUSCON – PR (Sindicato da
    Indústria da construção Civil – Paraná), cuja base de referência é
    Base de fevereiro/2012 – R$ 998,56/m².

    Parece incoerente?

  5. Quero deixar registrada aqui minha indignação com a exigência de uma garantia para o Contratado. Entendo o pedido do Capital Social, mas como o colega Andreoni Prudencio afirmou acima, que escritório de Arquitetura no Brasil atende estes requisitos? Ou seja: o concurso está dirigido apenas para os Grandes escritórios e mais uma vez os pequenos escritórios não tem condições de competir a altura… Vou participar, por conta da experiência que tenho, tanto em vários escritórios de nome no país como pelo estudo que desenvolvi dos Campus Universitários do país, mas receoso de não obter um resultado bom, por ver que desde o edital, a organização já se declara barrista.

  6. O problema e sempre a ausência do IAB na organização, por exemplo,não faz sentido a clausula de garantia de valores a( moldes de licitações de obras) que o contratado deve dispor inicialmente cerca de R$ 80.000,00 (5% valor do contrato) como garantia para iniciar a desenvolver o projeto e que a a firma contratada deva dispor de patrimônio de R$145.000,00conhecendo a realidade dos escritórios de arquitetura no Brasil, quantos ja estarão excluídos do concurso?

  7. Ainda estou avaliando o edital, mas a questão que me chamou a atenção é o plano de necessidades. Plano Diretor+ Proposta esquemática de futura instaçaões + ANTEPROJETO de inúmeras edificações. Alguém notou certo exagero aí?

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s