Premiados – Concurso Banca Nova – São Paulo

Veja a seguir as imagens do projeto vencedor e dos 15 projetos finalistas do Concurso Banca Nova, promovido pela Editora Abril, que teve como objetivo selecionar a melhor proposta de modelo de banca de revistas para o Largo da Batata, em São Paulo..

_________________________________________________________________________

1º Lugar – João Paulo Leite Guedes, do Girao Studio – Salvador

ConcursoBancaNova_ProjetoVencedor_JoãoPauloGuedes_01 ConcursoBancaNova_ProjetoVencedor_JoãoPauloGuedes_02 ConcursoBancaNova_ProjetoVencedor_JoãoPauloGuedes_03

ConcursoBancaNova_ProjetoVencedor_JoãoPauloGuedes_04 ConcursoBancaNova_ProjetoVencedor_JoãoPauloGuedes_05

O projeto foi o finalista número 07 – Ele utiliza o aço corten, material que possibilita a concepção de uma estrutura pré-fabricada leve, garantindo a rapidez e economia na execução. Dois módulos armazenam todo o acervo em suportes metálicos. Adotou-se um desenho limpo, com configuração que remete à tipologia dos pórticos de centros urbanos que representam marcos visuais de referência na paisagem.

_________________________________________________________________________

Finalista – Claudia Strutz, do escritório 24.7 Arquitetura Design – Campinas

ConcursoBancaNova_Finalista01_ClaudiaStrutz_01 ConcursoBancaNova_Finalista01_ClaudiaStrutz_02 ConcursoBancaNova_Finalista01_ClaudiaStrutz_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Antonio Carlos Domanski Júnior, do escritório acdjr_arquitetura – Curitiba

ConcursoBancaNova_Finalista02_AntonioCarlosDomanskiJúnior_01 ConcursoBancaNova_Finalista02_AntonioCarlosDomanskiJúnior_02 ConcursoBancaNova_Finalista02_AntonioCarlosDomanskiJúnior_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Camila Muneron Glycério, do Estúdio MRGB – Brasília

ConcursoBancaNova_Finalista03_CamilaMuneronGlycério_01 ConcursoBancaNova_Finalista03_CamilaMuneronGlycério_02 ConcursoBancaNova_Finalista03_CamilaMuneronGlycério_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Ivan Ventura, do Ito Ventura Arquitetos – São Paulo

ConcursoBancaNova_Finalista04_IvanVentura_01 ConcursoBancaNova_Finalista04_IvanVentura_02 ConcursoBancaNova_Finalista04_IvanVentura_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Mariana Quinelato da Costa, do Mellone Associados – São Paulo

ConcursoBancaNova_Finalista05_MarianaQuinelatodaCosta_01 ConcursoBancaNova_Finalista05_MarianaQuinelatodaCosta_02 ConcursoBancaNova_Finalista05_MarianaQuinelatodaCosta_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Antonio Fernando Banson Simon, do escritório Designo Arquitetura, Paisagismo e Programação Visual – Goiânia

ConcursoBancaNova_Finalista06_AntonioFernandoBansonSimon_01 ConcursoBancaNova_Finalista06_AntonioFernandoBansonSimon_02 ConcursoBancaNova_Finalista06_AntonioFernandoBansonSimon_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Carina Pires Batista, do IN SITU – Rio de Janeiro

ConcursoBancaNova_Finalista08_CarinaPiresBatista_01 ConcursoBancaNova_Finalista08_CarinaPiresBatista_02 ConcursoBancaNova_Finalista08_CarinaPiresBatista_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Chirochi Shimizu Júnior, do escritório HS Arquitetos – Blumenau

ConcursoBancaNova_Finalista09_ChirochiShimizuJúnior_01 ConcursoBancaNova_Finalista09_ChirochiShimizuJúnior_02 ConcursoBancaNova_Finalista09_ChirochiShimizuJúnior_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Guilherme Gambier Ortenblad, do Zoom Urbanismo, Arquitetura, Design – São Paulo

ConcursoBancaNova_Finalista10_GuilhermeGambierOrtenblad_01 ConcursoBancaNova_Finalista10_GuilhermeGambierOrtenblad_02 ConcursoBancaNova_Finalista10_GuilhermeGambierOrtenblad_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Luiz Adriano Trindade de Almeida, da Triptyque – São Paulo

ConcursoBancaNova_Finalista11_LuizAdrianoTrindadedeAlmeida_01 ConcursoBancaNova_Finalista11_LuizAdrianoTrindadedeAlmeida_02 ConcursoBancaNova_Finalista11_LuizAdrianoTrindadedeAlmeida_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Thiago Fuschini Bicas, do Studio Anamorfico – São Paulo

ConcursoBancaNova_Finalista12_ThiagoFuschiniBicas_01 ConcursoBancaNova_Finalista12_ThiagoFuschiniBicas_02 ConcursoBancaNova_Finalista12_ThiagoFuschiniBicas_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Alexandre Gonçalves Arquitetura – Belo Horizonte

ConcursoBancaNova_Finalista13_AlexandreGonçalvesArquitetura_01 ConcursoBancaNova_Finalista13_AlexandreGonçalvesArquitetura_02 ConcursoBancaNova_Finalista13_AlexandreGonçalvesArquitetura_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Gustavo Penna Arquiteto & Associados – Belo Horizonte

ConcursoBancaNova_Finalista14_GustavoPennaArquiteto&Associados_01 ConcursoBancaNova_Finalista14_GustavoPennaArquiteto&Associados_02 ConcursoBancaNova_Finalista14_GustavoPennaArquiteto&Associados_03

_________________________________________________________________________

Finalista – Vanessa Horita Oliveira, do Espiral arquitetos – Mogi das Cruzes

ConcursoBancaNova_Finalista15_VanessaHoritaOliveira_01 ConcursoBancaNova_Finalista15_VanessaHoritaOliveira_02 ConcursoBancaNova_Finalista15_VanessaHoritaOliveira_03

_________________________________________________________________________

10 respostas em “Premiados – Concurso Banca Nova – São Paulo

  1. gostei do projeto só nao gostei do mecanismo de segurança…aliás achei engraçado pela simplicidade…mas o projeto ficou ótimo e tem tudo a ver com o local que ele vai ser instalado

  2. Gostei da proposta vencedora. Simples, desenho limpo, parece adaptar-se a diferentes contextos com certa facilidade, fácil manuseio, baixo custo, facilidade construtiva. Esse conjunto eficaz e singelo foi o que mais me agradou. Ao contrário da maioria das outras propostas, que insistem numa espécie de arquitetura do espetáculo ou chamativa. A única ressalva ao projeto vencedor é o que já foi comentado aqui; a falta de uma área mais adequada pra exibição de publicidade. Gostei também das propostas que buscam ampliar o papel da banca e torná-la um espaço de encontro e convívio como o Triptyque fez. Mas quem conhece o bairro (eu moro em Pinheiros) sabe que a maioria das calçadas são estreitas (mesmo com o projeto para reconversão urbana), e que dificilmente comportariam um equipamento desse porte sem descaracteriza-lo ou o pior, sem descaracterizar a rua no trecho em que fosse instalado.

  3. O projeto vencedor é correto, construtivamente eficaz, esteticamente neutro. Mas peca em ser introspectivo, destaca mais uma empena cega do que as revistas à venda (funçao primária do objeto a ser projetado). A proposta do Triptyque me parece ser a mais eficaz, pois entende a proposta não como mero objeto, mas como extensão de um contexto, pois complementa e cria um diálogo com a praça. Além disso cria uma área de infra desejável ao uso, com pequenos bancos e uma sombra, propícia ao encontro de pessoas no local, tão importante para uma praça.

  4. Achei ótima a escolha, a banca além de simples, barata ,funcional, esteticamente interessante(antes uma banca simples à uma banca exagerada que venha poluir visualmente o local).
    Parabéns aos vencedores.

  5. Sou Jornaleiro e tenho mais de 10 anos sobrevivendo desta atividade a qual trabalhamos com informação e oferencendo leitura para nossa população a qual prestamos muito serviço e em contrapartida tenho muita atenção e agradecimento pois são as pessoas que me fortalece em trabalhar todos dias ( dias da semana, sabado, domingo e feriado ) …..
    Bem qto aos modelos mencionados alguns bonitos e inovadores mas em nossa classe ( jornaleiros ) o que precisamos sera de um modelo de banca transmita uma boa apresentação para clientes, ( hoje os modelos de bancas sao bons temos boas fabricas ) as atuais deixam clientes a vontade….
    Mas em minha opinião sera uma banca com liberdade de divulgar as maravilhas de nossa cidade, um bom apoio de divulgação das leituras para todos desde da criança ate os idosos uma liberdade para liberação de colocarmos uma mesinha ao lado banca para uma agua que podemos oferecer aos amigos e clientes UMA OTIMA SEGURANÇA PARA OS JORNALEIRO PORQUE MUITAS VEZES SOU SEMPRE O PRIMEIRO A ABRIR O COMERCIO ( E AVISO A TODOS ISSO NAO E FACIL ) Bem neste concurso seria muito importante desenvolver um modelo de banca para os clientes e segurança para todos e COM ISSO EU VOCE E TODOS NOS ESTARIAMOS TRABALHANDO COM MAS SATISFAÇÃO E DEDICAÇÃO Um boa sorte e agradeço atenção

  6. Lamentável a escolha do 1 colocado…: aberta, a banca não valoriza o produto que vende; fechada, vira um belo mictório público, e esteticamente não acrecenta absolutamente nada ao espaço público de Sampa, já tão árido e cinzento. O concurso apresentou projetos bem mais interessantes e inovadores, que poderiam evoluir para modelos a serem adotados em toda a cidade, como parte da sua identidade visual. Mas se o critério foi apenas econômico, lamento demais que a maior cidade da América do Sul, não seja capaz de propor equipamentos mais interessantes…

  7. O projeto é muito bom! Também o olhei meio cético até ver as imagens acima. Me preocupa o risco de virar uma caixa de poluição visual – pichações, colar cartazes em qualquer lugar. Mas é acessível e muito simples a sua execução.

  8. Talvez o critério de escolha do projeto vencedor tenha sido unicamente o custo de sua execução. A proposta premiada por este concurso vem a ser a mais pobre dentre as finalistas. Além disso, revela-se pouco adequada à atividade que se propõe a abrigar: onde já se viu uma banca de jornais e revistas cujo interior é pouco visível pelo público passante, um interior que se fecha para seu entorno, quase como uma casamata??

  9. Me surpreendeu a escolha do primeiro colocado, tem características legais como o pleno acesso a banca por cadeirantes, pois não há desníveis ou novos pisos em relação ao largo.. Já como a maioria dos projetos finalistas não consigo imaginar o uso em dias de sol intenso ou chuva forte por não proteger devidamente o interior.. e qdo fechada a banca vencedora cria um elemento indefinido, um pórtico q me parece sem sentido no contexto do local. Mas ainda creio na importância dos concursos para profissão e como exercício de aprimoramento teórico e projetual; http://www.alexcouri.blogspot.com.br/2013/01/banca-nova.html

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s