bicent-imag-11

Projeto – Centro Cultural do Bicentenário – B4FS Arquitectos

O Ministerio de Planificación Federal, Inversión Pública y Servicios da Argentina, em conjunto com a Secretaría de Cultura de la Nación, a Prefeitura de Buenos Aires e a Sociedade Central de Arquitetos realizou concurso internacional para a revitalização da antiga Sede dos Correios e Telégrafos e a sua transformação no Centro Cultural do Bicentenário.

O programa, com área de aproximadamente 110.000m2, incluía salas de música, espaços para exposição e áreas de apoio.

O projeto vencedor é de autoria do escritório  B4FS Arquitectos , de Buenos Aires, liderado pelos arquitetos Enrique Bares, Federico Bares, Nicolás Bares, Daniel Becker, Claudio Ferrari e Florencia Schnack. Participaram do concurso cerca de 40 escritórios de diversos países.

Transformação do “Correio Central” em Centro Cultural do Bicentenário

O Palácio dos Correios e Telégrafos, em Buenos Aires, é um edifício de alto valor histórico e patrimonial e foi projetado pelo arquiteto francês Norbert Maillart e foi construído entre 1889 e 1928. Em 1997, foi declarado Monumento Histórico Nacional, por sua qualidade arquitetônica e importância histórica. A idéia é transformar o edifício histórico em um marco das festividades do Bicentenário da Revolução de Maio, transformando a antiga sede dos correios em um grande centro cultural.

bicent-imag-10

edifício original – Palácio dos Correios e Telégrafos

O Projeto

O edifício está situado no núcleo cívico e político mais importante da cidade e do país: La Plaza de Mayo. Ao mesmo tempo, está a um passo da área turística do Puerto Madero. Trata-se, portanto, de uma região importante sob o ponto de vista político e turístico. O novo Centro Cultural do Bicentenário desempenhará, portanto, papel fundamental na revitalização da área.

A idéia é, a partir da revitalização do edifício, criar o Parque do Bicentenário: um passeio público que irá integrar os espaços verdes existentes entre a Plaza Roma e a Plaza Justo, assim como os novos espaços propostos e a Plaza de las Artes, criando assim um espaço cívico com grandes espaços abertos e áreas de lazer. O parque, que se desenvolverá no eixo norte-sul, será cortado na porção central, pelo eixo simbólico-institucional formado pelo Congresso, a Avenida de Mayo e a Casa Rosada.

A proposta está baseada no ordenamento da circulação e a redução do tráfego de veículos no centro urbano e a reorganização do transporte público. Será, portanto, um “pulmão” para a área central da cidade, contribuindo para a sociabilidade e a cidadania, afirmando-se como um novo pólo de atração para a cidade.

bicent-imag-02

conjunto – parque do bicentenário

O novo edifício

O projeto inclui dois tipos de intervenção: a recuperação das fachadas e das áreas nobres do edifício e a renovação do edifício para abrigar os programas arquitetônicos contemporâneos. As fachadas e áreas nobres serão preservadas em seu estado original. Os demais espaços serão reformulados para gerar o vazio necessário para o alojamento dos novos elementos do programa.

bicent-imag-07

salão nobre

A área de renovação (novos espaços) é definida por três elementos singulares: (1) uma nova fachada interior, que define a transição entre o passado e o presente; (2) as salas de exibição e (3) a Grande Sala Sinfônica, um objeto monolítico, apelidado pelos autores como a “Baleia Azul”, elemento que se destaca na composição. Há ainda o trabalho de revalorização da cúpula, que se transforma em um dos espaços mais significativos do novo conjunto arquitetônico.

bicent-imag-03

corte tridimensional

bicent-imag-06

vista externa – Grande Sala Sinfônica


bicent-corte-audit-02

seções – Grande Sala Sinfônica

bicent-imag-111

esquema estrutural – Grande Sala Sinfônica

bicent-imag-08

vista interna da Grande Sala Sinfônica

bicent-imag-09

auditório

bicent-imag-04

salas de exposição

bicent-plan-1

planta – nível 0

bicent-plan-2

planta – nível -1

bicent-plan-3

planta – nível 1

bicent-plan-4

planta – nível 2

bicent-corte-1

corte longitudinal

bicent-corte-2

corte transversal

bicent-corte-audit

corte transversal – sala sinfônica

______________________________________________________

Fonte: plataformaarquitectura.cl