A França é reconhecida por sua tradição na realização de concursos de projeto, e pela política de qualidade da arquitetura pública. Mas o concurso não é o único instrumento do qual tem se utilizado a Administração Pública francesa para a reunião de idéias sobre a arquitetura e a cidade. Em 2008 o governo francês lançou uma “Consulta Pública Internacional” com o objetivo de reunir idéias sobre a Grande Paris do século XXI. A idéia era a criação de um instrumento de pesquisa coletiva, que permitisse mobilizar uma dezena de enfoques pluridisciplinares sobre a metrópole parisiense. “Mais do que um concurso de idéias, trata-se de uma reunião de projetos de pesquisa e desenvolvimento que devem orientar futuras decisões sobre a Metrópole”.

Foram selecionadas 10 equipes, cada uma composta por grupos multidisciplinares integrados por escritórios de arquitetura e núcleos de pesquisa reconhecidos nos respectivos temas de interesse. Os trabalhos se iniciaram em junho de 2008, tendo como referência dois documentos-base: “a metrópole do século XXI pós-Kyoto” e “o diagnótico prospectivo da aglomeração parisiense”. Em março de 2009 as equipes apresentaram as propostas em um seminário aberto ao público. O resultado dos trabalhos das 10 equipes está em exposição, de 30 de abril a 22 de novembro de 2009 na “Cité de l’architecture e du patrimoine”, em Paris.

As propostas (veja aqui as propostas das 10 equipes), abordam muito mais do que idéias arquitetônicas, ao incluirem reflexões amplas sobre os desafios contemporâneos da urbanização no século XXI, incluindo as questões do transporte e mobilidade, espaços verdes, habitação, rios e cursos d’água, equipamentos coletivos e espaços públicos, economia, entre outros tópicos relacionados ao desenvolvimento urbano.

Para maiores informações sobre o projeto, acesse aqui a página oficial da Consulta Pública Internacional “Le Grand Pari(s)”.

Veja abaixo a lista das equipes selecionadas na Consulta Pública:

______________________________________________________________________________

Roland Castro, Ateliers Castro/Denissof/Casi

______________________________________________________________________________

Yves Lion, Groupe Descartes

______________________________________________________________________________

Antoine Grumbach, Agence Grumbach and associates

______________________________________________________________________________

Ateliers Jean Nouvel/Michel Cantal-Dupart /Jean-Marie Duthilleul

______________________________________________________________________________

Sir Richard Rogers, Rogers Stirk Harbour & Partners/London School of Economics /Arup

______________________________________________________________________________

Finn Geipel, LIN

______________________________________________________________________________

Winy Maas, MVRDV

______________________________________________________________________________

Christian de Portzamparc, Atelier Christian de Portzamparc

______________________________________________________________________________

Bernardo Secchi and Poal Vigano, Studio 09

______________________________________________________________________________

Djamel Klouche, AUC

______________________________________________________________________________