crea-pr-04a

________________________________________________________________________________

Equipe:

Arquiteto Titular: Arq. PAULO HENRIQUE PARANHOS – Brasilia / DF

Colaboradores: acadêmicos arquitetura João Augusto, Mônica Cavalcanti, Ana Carolina Pêgo, Sâmia Silveira e Cícero Castro

________________________________________________________________________________

Resumo da Proposta

Conceito

A arquitetura e urbanismo, pensados de forma indissociável permitem-nos intervir na realidade apresentada propondo um edifício com o caráter contemporâneo adequado: um grande átrio iluminado que evidencia um expressivo espaço de agradável micro-clima permeável.

crea-pr-04b

No vazio emoldurado, as passarelas de circulação alimentam o grande hall tornando-o, nas passarelas, no restaurante, no térreo e na recepção um agradável lugar, um ponto de estar e convivência, um continuo aos espaços da cidade.

crea-pr-04c

O encontro é natural assim como os atendimentos individual ou coletivo acontecem de forma espontânea ao cidadão que permeia a edificação. É, portanto sua surpreendente verticalidade que lhe confere seu merecido significado; sua escala de representatividade.

crea-pr-04-p1

Alem do natural e construído, cuidamos da expressão do vazio no exuberante micro-clima, no conforto da bem cuidada luz e sombra assim como na ambiência da grande interação espacial. Desta forma, com a cuidadosa implantação, suas vedações e outros detalhes, podemos conferir na prancha de sustentabilidade o adequado tratamento solicitado.

crea-pr-04-p2

Introjetamos assim todas as variáveis programáticas, um edifico de alto nível de eficiência que não se restringe a uma linguagem pretensamente tecnicista.Como conjunto, a edificação resulta portanto em mais do que um edifício isolado, um edifício que ao se revelar na articulação de escalas urbana e gregária, invoca valores do fragmento da cidade.

crea-pr-04-p3

Sistema Construtivo. Concepção Estrutural

Vãos que permitam uma boa modularidade, flexibilidade dos espaços, agilidade da obra com soluções mais industrializadas, sugerem uma solução metálica para que a estrutura resultante seja esbelta com solução de leveza e elegância.

crea-pr-04-p4

Os vãos da malha estrutural, conforme os eixos nas plantas, demonstram a racionalidade da implantação. O resultado obtido é uma estrutura que transmite menos carga para as fundações, proporcionado melhor aproveitamento dos espaços internos; principalmente na área dos escritórios.

crea-pr-04-p5

As instalações de infra-estrutura têm áreas de shafts nas torres de circulação com acesso à casa de máquinas e reservatórios. Os brises e a membrana de cobertura em alumínio branco qualificam as vedações com a porosidade adequada ao conforto térmico e acústico esperado.

________________________________________________________________________________

Parecer da Comissão Julgadora

O anteprojeto de n°104, classificado em 4° lugar, apresenta volumetria marcante. A empena e o coroamento, sintetizados em um único elemento, articulam-se com a lâmina dos pavimentos em planta livre, definindo um rico espaço vestibular, o que resulta em forte impacto formal.

Principais problemas observados:

– Grande número de acessos, resulta em dificuldade de controle;

– Adensamento de atividades no térreo;

– Plenário longilíneo e horizontal compromete a visibilidade;

– Posicionamento da passarela inadequado em relação aos elevadores;

– Rampa de acesso ao subsolo e manobras com problemas operacionais;

– Inexistência de rampa para cadeirantes no acesso principal ao edifício.

________________________________________________________________________________

Fonte: CREA-PR