8a BIA – SP – EXPO ESTUDANTES – MENÇÃO

8ª BIA – Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo

Expo Estudantes

Menção Honrosa

Estudantes: Daniel Rothschild, Fernanda de Andrade Povoação e Kátia Yumi Ueda

Professor Orientador: Vanderlei Rossi

Instituição de Ensino: Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

______________________________________________________________________________________________

Traduzir o programa através de uma forma atraente, de fácil montagem e cujo diálogo com o entorno fosse pleno, foram premissas para o desenvolvimento do projeto.

A utilização de soluções originais, sustentáveis, conectoras e espacialmente contemporâneas para o quiosque de serviços urbanos – equipamento público de grande importância para os parques públicos da cidade de São Paulo, Brasil – volta-se para o bem estar e o aumento da qualidade de vida dos usuários em geral.

Os serviços urbanos básicos previstos para o quiosque são: lanchonete, sanitários públicos – inclusive para usuários com deficiência ou mobilidade reduzida, segurança, terminal bancário para consultas em contas, sinalização de apoio à localização do usuário no parque e informações sobre eventos no parque e arredores urbanos.

O quiosque atende ao desenho universal, e é resultado da racionalização do sistema de montagem, que utiliza de módulos e montantes que se repetem, além da escolha de matérias de baixo impacto ambiental.

Na composição da estrutura do quiosque foram utilizados alumínio reciclável e aço, dos pilares à cobertura. Os perfis, que recebem as placas de policarbonato alveolar e compensado naval, são também metálicos. O policarbonato possui tratamento anti-UV em uma das superfícies, e compõe com o compensado naval, em madeira pínus reflorestada, o fechamento dos ambientes.

A grande cobertura translúcida sustentada por pilares e tirantes recebe no seu fechamento vidros serigrafados autolimpantes: o resultado é uma superfície com características repelentes de sujeira e água. No centro da cobertura, foram instaladas placas fotovoltaicas, tornando o quiosque auto-suficiente. No pilar central do quiosque, será realizada a captação de água pluvial para o seu re-uso, que será direcionado para os sanitários e para a limpeza do quiosque. O grafite nas portas dos sanitários remete à arte urbana.

As facilidades buscam ocupar igualmente os espaços distribuindo-se radiocentricamente, uma alusão a evolução e ao crescimento da cidade. O único pilar que sustenta a cobertura translúcida que protege o quiosque torna-o icônico ao homenagear as árvores paulistanas.

______________________________________________________________________________________________

Agracedemos aos autores pela disponibilização do projeto.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s