Concursos: conflitos de interpretação analógica no julgamento da arquitetura

_______________________________________________________________________________________

Conferência:

Concursos:
conflitos de interpretação analógica no julgamento da arquitetura

Jean-Pierre Chupin
Professor Titular da École d’architecture – Université de Montréal
Diretor do LEAP – Laboratoire d’étude de l’architecture potentielle

23 de julho, sexta-feira, 14h30

Local:
Sala Prof. Ernesto Walter
Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo – FAU – UnB
Brasília

Realização:

FAU-UnB
Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB

Apoio:
concursosdeprojeto.org
docomomo-bsb

conferência em inglês

_______________________________________________________________________________________

Quais modelos relacionados ao projeto podem ser utilizados na teorização do julgamento e sua prática na arquitetura ? O professor Jean-Pierre Chupin apresenta, em sua palestra, algumas reflexões sobre os “conflitos da interpretação analógica”, como parte de pesquisas que procuram contribuir para a formulação de modelos teóricos sobre o julgamento arquitetônico. A partir da análise de concursos de arquitetura, apresenta algumas questões de pesquisa, ferramentas e métodos que tem desenvolvido no L.E.A.P – Laboratório de Estudos da Arquitetura Potencial (École d’architecture – Université de Montréal), e ao mesmo tempo defende que o pensamento e a reflexão sobre o projeto contribuem para a construção de um modelo de julgamento arquitetônico em suas três fases: da concepção, do júri e da recepção pelos meios de comunicação. Em outras palavras, defende a hipótese que existe uma analogia fundamental entre julgamento e projeto.

Jean-Pierre Chupin é professor e Diretor Científico do Laboratório de Estudo da Arquitetura Potencial (LEAP) da Université de Montréal. Arquiteto graduado em Nantes (França) e Portsmouth (Reino Unido), mestrado em História e Teoria da Arquitetura na McGill University (Canadá) e Doutorado na Université de Montréal. Ensinou na Université du Québec, em Montreal e nas escolas de Arquitetura de Toulouse e de Lyon, antes de integrar o quadro de professores da Université de Montréal. Publicou diversos textos sobre tectônica na arquitetura (em colaboração com Kenneth Frampton), práticas reflexivas, epistemologia do projeto e sobre o desenvolvimento de programas de Doutorado em Arquitetura. O primeiro volume de sua pesquisa sobre Analogia e Teoria na Arquitetura foi publicado em 2010 pela editora suiça Infolio, na série “Projeto e Teoria” (Edição em francês: Analogie et théorie en architecture – de la vie, de la ville et de la conception, même).

_______________________________________________________________________________________

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s