IAB-RS promove capacitação sobre Concursos Públicos de Arquitetura

Nos dias 11 e 12 de maio de 2012, será realizada uma capacitação sobre Concursos Públicos de Arquitetura na Sede do IAB-RS, Rua Gal. Canabarro, nº 363, no Centro Histórico de Porto Alegre. Além dos 3 módulos de debates sobre Gestão de concursos e uma oficina que coloca em prática os temas desenvolvidos, a programação conta com uma palestra do arquiteto Fabiano Sobreira, editor responsável pelo portal e revista concursosdeprojeto.org. Continuar lendo

Simpósio – International Competitions and Architectural Quality in the Planetary Age

Atualização – 15.03.2012

Veja aqui (em francês) o caderno especial sobre arquitetura do jornal Le Devoir, de Montreal (Canadá), publicado em 14.03.2012, sobre o seminário “International Competitions and Architectural Quality in the Planetary Age“. O caderno inclui uma matéria sobre a experiência editorial do portal e revista eletrônica concursosdeprojeto.org e sobre os concursos em meio eletrônico, como instrumentos de promoção da ética e da qualidade da arquitetura pública no Brasil.

_________________________________________________________________________

Em 06.02.2012

O Laboratoire d’étude de l’architecture potentielle de l’Université de Montréal ( (L.E.A.P, http://www.leap.umontreal.ca ) e a Research Chair on Competitions and Contemporary Practices in Architecture (C.R.C, http://www.crc.umontreal.ca) promovem o Simpósio Internacional: International Competitions and Architectural Quality in the Planetary Age.

O simpósio reunirá arquitetos, planejadores, geógrafos, pesquisadores e especialistas em concursos, de 15 países.

Data: 16 e 17 de março de 2012.

Local: Université de Montréal, Québec, Canadá.

Veja aqui a programação completa.

BIAU 2012 – VIII Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo – Cádiz – Espanha

A VIII Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo será realizada na cidade de Cádiz (Espanha), entre 10 e 14 de setembro de 2012. Como parte da programação da Bienal, estão abertas as inscrições para premiações, que nesta edição selecionará e premiará trabalhos realizados nos últimos três anos (desde 1 de janeiro de 2009 até 31 de dezembro de 2011), em qualquer país da comunidade iberoamericana, apresentados ao Delegado Nacional correspondente, pelos próprios autores ou por qualquer instituição ou empresa interessada, e que não tenham sido apresentados em anteriores edições da BIAU.  Continuar lendo

Chamada de Trabalhos – Simpósio – Concursos Internacionais e Qualidade da Arquitetura

Chamada de Trabalhos – Simpósio Internacional

Concursos Internacionais e Qualidade da Arquitetura na Era da Globalização

Continuar lendo

Eduardo Souto Moura – Concursos – 1979-2010

Eduardo Souto Moura – Concursos – 1979-2010. Este é o título da exposição sobre parte da obra do arquiteto português, inaugurada em Portugal,  na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, em junho de 2011, dedicada especificamente a projetos concebidos para concursos de arquitetura (premiados ou não). São 50 projetos, ao longo de 31 anos, 26 dos quais realizados entre 2007 e 2010.

A exposição, que tem curadoria dos arquitetos Francisco Barata, André Campos e Pedro Guedes Oliveira, revela o método de trabalho de Souto Moura através de uma série de programas, croquis, maquetes, desenhos, fotografias e fotomontagens. E mostra, segundo os curadores, que a arquitetura de Eduardo Souto de Moura é “fundamentalmente uma arquitetura culta, produzida com rigor conceptual, empenho, compromisso, como um cientista que persegue uma solução e como um artista que sabe onde não quer ir“.

Com a exposição foi também lançado um livro/catálogo (142 páginas), que além de croquis e imagens selecionadas de cada projeto, traz textos de Francisco Barata, Kenneth Frampton, Alberto Campo Baeza e Carlos Machado. Destacamos a seguir trecho do texto de Campo Baeza, intitulado Souto, Souto, Souto :

“Roberto Fernández, professor da UNA de Buenos Aires, diz, e com razão, que ‘os concursos de Arquitetura representam a combinação entre a arte de escolher e a técnica de serem escolhidos’. E a verdade é que Eduardo Souto de Moura é viciado em concursos. Por vezes, ganha, por vezes, não ganha e, por vezes, constrói. Mas nunca desiste.

Mais do que sobre a obra construída de Souto de  Moura, hoje debruçamo-nos sobre os seus concursos, sobre o esforço titânico que pressupõe a apresentação a qualquer concurso. Com uma inabalável pujança interior. Trata-se de uma Exposição de todos os concursos realizados pelo arquiteto, ganhos ou não, como se de uma coleção de sonhos realizados e não realizados se tratasse. (…)

Sobre os projetos de Souto de Moura para estes concursos, podia dizer-se que são os seus mais radicais. É o que se exige de quem concorre: ideias fortes, radicais, capazes de gerar a melhor arquitetura.”

___________________________________________________________________

Seminário – Julgamento Arquitetônico – Joris Van Wezemael

Seminário

Julgamento Arquitetônico
sobre a decisão coletiva em concursos de arquitetura e urbanismo
15 de junho de 2011, 18h30
Local: Auditório 3, Bloco 9, UNICEUB – Brasília.

Palestrante convidado:

Prof. Joris Van Wezemael
Universidade de Friburgo – Suiça

Palestra em inglês.

Coordenação e mediação:

Prof. Fabiano Sobreira
Dep. Arquitetura e Urbanismo – UNICEUB
Editor do portal concursosdeprojeto.org

Debatedores convidados:

Prof. Carlos Henrique – Dep. Arquitetura e Urbanismo – UNICEUB
Prof. Beatriz de Abreu e Lima – Dep. Arquitetura e Urbanismo – UNICEUB
Prof. Luciana Saboia – Lab. Urbe – PPG – FAU – UnB
Prof. Pedro Palazzo – FAU – UnB

Promoção:

portal concursosdeprojeto.org

Apoio:

UNICEUB
FAU – UnB
IAB-DF

Resumo

O caráter especulativo e a noção de inovação, experimentação e criatividade, fazem dos concursos de projeto importantes objetos de pesquisa, não apenas para a Arquitetura e Urbanismo, mas inclusive para os estudos sobre Gestão e dinâmicas sociais. Em sua conferência, o Prof. Joris Van Wezemael, da Universidade de Friburgo, a partir de reflexões e análises baseadas em sessões de julgamento de concursos realizados na Suiça, sugere que as sessões de julgamento de concursos são laboratórios a partir dos quais é possível entender melhor os processos e dinâmicas de decisão coletiva, inclusive fora do universo disciplinar da Arquitetura. Nessa perspectiva, argumenta-se que os principais critérios considerados no julgamento não são aqueles definidos a priori, mas que emergem durante o processo e como consequência do próprio processo de decisão, à medida em que os membros do júri tomam conhecimento e avaliam os diversos projetos. Neste seminário, propõe-se a partir das reflexões levantadas, debater o julgamento arquitetônico e o processo de decisão coletiva, partindo dos concursos e indo além, tanto na prática profissional quanto acadêmica.

Joris Van Wezemael é professor da Universidade de Friburgo, na Suiça, onde coordena pesquisas relacionadas à Geografia Humana, Complexidade Socioespacial, Gestão e Concursos de Arquitetura e Urbanismo.

_____________________________________________________________________________