concursosdeprojeto.org – 03 anos

editorial – concursosdeprojeto.org – 03 anos

por Fabiano Sobreira

Entre os meses de outubro e novembro de 2008 iniciamos [1] o embrião do que hoje temos a satisfação de compartilhar com milhares de leitores: o portal e revista eletrônica concursosdeprojeto.org , que neste mês completa 03 anos.

O objetivo era simples, e assim continua: disponibilizar um espaço para a divulgação de concursos em andamento (nacionais e internacionais), a publicação projetos premiados, obras construídas resultantes de concursos e a promoção de debates e reflexões sobre a arquitetura e a cidade a partir dos concursos e premiações.  Mas esse objetivo, em sua origem, é mais um meio do que um fim. O que esperamos na verdade – e o que nos move, no exercício diário de disponibilização desta infraestrutura e plataforma virtual de comunicação – é poder contribuir para a formação e a consolidação da uma cultura do concurso no Brasil, e esta, como instrumento de democratização e transparência dos contratos de projeto e como uma das ferramentas essenciais para a promoção da qualidade na arquitetura pública. Este “discurso” talvez já seja cansativo e repetitivo para nossos estimados e fiéis leitores e parceiros, que nos têm acompanhado desde o início. Mas considerando que a cada dia novos leitores descobrem e seguem o portal, nunca é demais repetir nosso lema: pela qualidade da arquitetura pública.

A criação de uma cultura leva tempo e depende de disseminação de práticas e de exercícios de reflexão, no meio profissional, no meio acadêmico e na administração pública. As perspectivas dessas esferas, múltiplas e não necessariamente excludentes nem contraditórias, dão o tom da política editorial do portal. Nesse sentido, assumimos nossa parcialidade: não apenas somos a favor, como principalmente promovemos os concursos de projeto como instrumentos preferenciais, talvez um dia obrigatórios na Administração Pública. Mas esta postura “pró-concursos” não pode e não deve nos privar de manter o distanciamento crítico necessário, que  nos permite avaliar as deficiências do sistema usual, dos vícios institucionais e corporativos e das falhas de organização e promoção, mesmo quando involuntárias.

Acreditamos também que aos divulgarmos concursos, ao publicarmos projetos e aos debatermos sobre o processo e sobre os produtos resultantes (reais ou potenciais) criamos e disponibilizamos um acervo eletrônico de procedimentos, ideias e opiniões que têm se revelado importantes, inclusive na formação de novos profissionais. Observamos, por exemplo, que tem sido crescente a utilização do acervo disponibilizado no portal para pesquisas acadêmicas, assim como para aulas de projeto, história, teoria e crítica da arquitetura e do urbanismo. Gostaríamos, inclusive, de incentivar professores e pesquisadores nessa tarefa, e faremos isso de forma mais efetiva no futuro, com a instituição – em breve – de um Prêmio de Ensaios sobre Arquitetura e Urbanismo – sob a ótica dos concursos (iniciativa para a qual já gostaríamos de receber sugestões e de contar com colaboradores), quando pretendemos oficializar o registro ISSN do portal e revista eletrônica concursosdeprojeto.org , ampliando e tornando mais atrativo o espaço para publicações acadêmicas e artigos científicos. Afinal, os concursos são um esboço em tempo real do que se pensa sobre a arquitetura e a cidade contemporânea. Se ao analisarmos a arquitetura enquanto objeto construído podemos compreender melhor a cidade como ela é; por meio dos concursos – arquitetura e urbanismo potencial – podemos especular sobre as cidades e arquiteturas possíveis, sob perspectivas distintas e simultâneas. É nesse sentido que o veículo de informação pode também se tornar um veículo de formação, o que também acaba se tornando um de nossos objetivos.

Enfim, os números não são a parte mais importante, mas ajudam a compreender a importância e o potencial do tema “concursos” e nos motivam nesta empreitada sem fins lucrativos: já são mais de 2.600 assinantes (estudantes e profissionais de arquitetura, do Brasil e de outros países lusófonos), que recebem periodicamente nossos boletins eletrônicos; registramos em 03 anos mais de 2 milhões e 400 mil visualizações, com média recente superior a 90 mil visitas mensais.

Agradecemos, portanto, aos nossos leitores, aos que registram seus comentários e opiniões, aos autores que disponibilizam seus projetos para publicação, aos organizadores e promotores de concursos que nos confiam a divulgação de seus eventos, à nossa equipe de colaboração editorial e a todos os parceiros e amigos que colaboram direta ou indiretamente com o portal e revista eletrônica concursosdeprojeto.org.


[1] Como parte e um dos produtos da pesquisa de pós-doutorado realizada pelo autor na École d’architecture da Université de Montréal.

21 respostas em “concursosdeprojeto.org – 03 anos

  1. Parabéns pela iniciativa. Quando fui professor no curso de Arquitetura e Urbanismo, na universidade onde dou aula, me dei muito bem com os alunos. Turma jovem (mesmo os que tinham mais de 29!), alegre e cheia de vida! O seu portal é um sucesso porque você consegue dialogar com sua equipe, a qual, evidencia competência pela qualidade das informações veiculadas nele. Um abraço, prof. Ivar C O V, Brasília.

  2. Parabéns pelos 3 anos do portal!!
    Os números citados só mostram o quanto você é vitorioso professor!
    É muito bom fazer parte da equipe. Obrigada!

  3. Parabéns. A melhor iniciativa feita no Brasil em prol dos concursos, tão importantes embora frequentemente aviltados – como o mestre Ferolla, o J.E.F., nos lembra.

  4. Parabéns pelo site e pela iniciativa que tem sido muito útil para alunos, professores, arquitetos de fato e também leigos admiradores que visitam o portal!
    Agradeço a oportunidade de fazer parte da equipe, e poder contribuir nesse projeto.
    Mais uma vez, parabéns professor!

  5. Parabéns Fabiano,

    seu trabalho incansável é a nossa referência.
    Conte conosco! O portal está cada vez melhor, mais sério e frequentado por pessoas que enriquecem o debate.

    3 anos de abastecimento de conteúdo ininterrupto é algo para comemorar e se premiar!

    Abraço fraterno,

    Thiago

  6. Fabiano,
    parabéns pelos 3 anos do portal, pela excelente contribuição que tem dado à arquitetura através da valorização e divulgação dos concursos de projetos, tornando-se um material fundamental para estudantes, arquitetos e pesquisadores. Este discurso não tem sido em vão e nem um pouco cansativo ou repetitivo. A comunidade agradece.

  7. Grande Sobreira,

    Espantoso como o tempo voa…
    Admirável, também, podermos contar com gente que, disciplinada e metodicamente sacrifica seu tempo para manter este veículo consolidado no nosso dia-a-dia.

    Sempre valorizei, também, concursos de arquitetura. Sempre que pude e posso (infelizmente, nestes últimos 3 anos, coincidentemente, não tenho podido, ou às vezes não tem me interessado…) procuro participar, não só pela oportunidade de lidar com temas diferentes do nosso cotidiano, mas, principalmente, pelo grande aprendizado que é cada investida destas.
    Se andei ausente de concursos, nem por isso me afastei deste portal, volta e meia estou por aqui contribuindo com o que posso, às vezes polemizando, mas que unanimidade não é imbecil, hein?

    Como você, “…O que esperamos na verdade… é poder contribuir para a formação e a consolidação da uma cultura do concurso no Brasil…”, mas, convenhamos, o panorama, do Orenoco ao Chuí, anda difícil, hein?… O mundo mudou muito e nossa classe, eticamente, vem-se nivelando bem abaixo do aceitável. A prosseguir neste mergulho breve estaremos bem abaixo do pré-sal.

    Muito me entristece ver-nos a reboque desta mentalidade hoje (?!) e aqui (?!) recorrente. Estas baixarias usualmente grassam em tempos economicamente, digamos, mais “fáceis”, já havia vivido isto nos tempos de “pra frente Brasil” e “ame-o ou deixe-o”, Lúcio Costa certamente viveu coisa semelhante no Estado Novo, por isso Aarão Reis abandonou a chefia da Comissão Construtora da Nova Capital das Minas e, talvez, tenha contribuído para o suicídio de José de Magalhães.

    Ingenuamente imaginava que havíamos aprendido a não mais nos envolvermos em inconfidências, rapinagens e traição, mas não muda a natureza humana, e eis que surge a Copa… Vocês, frequentadores deste portal, sabem do que estou falando, puderam participar da nossa manifestação defronte do vergonhoso apelo daqueles que, alçados só o diabo sabe como à condição de “arquitetos da copa”, vieram na maior canalhice implorar apoio público para que naquela condição permanecessem? Nas Minas, a coisa não terminou. O projeto do Mineirão mudou de mão e o desenrolar disso vem assumindo feições comicamente rocambolescas…

    Mas, mudando de assunto sem mudar de assunto: conte com o meu total apoio para este seu (nosso) pleito, de lutar pela “…consolidação da uma cultura do concurso no Brasil…”, mas precisamos começar pela remuneração. Deixei de participar de (n+1) concursos nacionais aqui anunciados – e por mim, inclusive, denunciados – pelos espúrios valores atribuídos ao trabalho.
    Sei que muita gente entra-e-participa-e ganha “sabendo” que depois tem “como resolver”, mas como frequentemente nem os 25% permissíveis para aditivos legais resolveriam, das duas, uma: ou tem gente amando trabalhar de graça, ou tem muito mais coisas entre o céu e a terra do que imaginamos na nossa vã filosofia, hein?
    Francamente, não fui educado assim, sou do tempo em que “honesto” ainda não era sinônimo de “otário”.

    Depois, tem mais, muito mais: arquiteto consultor, júri etc., mas sobre isso já andei falando, inclusive aqui, né?

    Nem por isso, mas por isso mesmo, continue sempre contando comigo como contamos com você para sobrevivência desta página.

    Meu fraterno abraço.

    J. E. F.

  8. Fabiano, parabéns, pelos 3 anos e pelo editorial que vai ao centro da questão: melhorar a qualidade da arquitetura pública produzida no país.

    grande abraço,

    robin

  9. Parabenizo os pela iniciativa. A democracia do espaço virtual contrapoem-se aos muros construídos no espaço real. Gostaria de maiores info sobre a pesquisa de pos doc. Abraços e parabens pelos 03 anos…

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s