Concurso Nacional de Arquitetura – Casa PVC

Publicação atualizada em 02/08/2013.

_________________________________________________________________________

logotipo

_________________________________________________________________________

Objeto:

Em parceria com o IAB/AL (Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento de Alagoas) , a Braskem lançou o Concurso Público Nacional de Estudos Preliminares de Arquitetura para um modelo de habitação sustentável com priorização do plástico como matéria-prima global.

Promoção:

Braskem

Organização:

Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento de Alagoas (IAB/ AL)

Quem pode participar:

Estão aptos(as) à participação no presente Concurso todos os arquitetos(as) diplomados(as), de nível superior, registrados(as) no Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil – CAU/BR, residentes e domiciliados no país, legalmente habilitados(as) para o objeto do Concurso e em pleno gozo de seus direitos profissionais.

Tipo de concurso:

Nacional, aberto, de ideias, em uma etapa. Envio em meio eletrônico.

Cronograma:

Lançamento do Concurso: 10 de julho de 2013
Inscrições: 10 de julho de 2013 a 13 de setembro de 2013
Consultas: 15 de julho de 2013 a 06 de setembro de 2013
Respostas às consultas: a partir de 19 de julho de 2013
Envio dos Projetos: das 00h01min de 10 de outubro de 2013 até às 23h59min de 13 de outubro de 2013
Julgamento: 18 a 20 de outubro de 2013
Divulgação do resultado final: 25 de outubro de 2013
Solenidade de Premiação: 01 de novembro de 2013

Premiação:

1º colocado: R$ 10.000,00 (dez mil reais)

2º colocado: R$ 5.000,00 (cinco mil reais)

3º colocado: R$ 3.000,00 (três mil reais)
_______________________________________________________________________

Para mais informações e inscrições, consulte aqui a página oficial do concurso.

4 respostas em “Concurso Nacional de Arquitetura – Casa PVC

  1. Este concurso é uma vergonha para a classe de arquitetos do Brasil. A remuneração prevista no contrato é um absurdo. Fico ofendido em saber que o próprio IAB aprova uma descriminação de honorários onde a empresa de arquitetura se veria obrigada a explorar sua mão de obra ou ter que tomar um enorme prejuízo intrínseco a qualidade do projeto. É este tipo de contrato que induz a muitas empresas de arquitetura “contratarem” seus funcionários sem carteira assinada.
    Quanto aos Projetos Complementares, parece piada de mau gosto.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s