Concurso Teatro Castro Alves – Salvador – 2° lugar

Concurso – Teatro Castro Alves – Salvador

2° lugar

Memorial Descritivo

“Os valores culturais do projeto de José Bina Fonyat Filho devem ser preservados: os valores históricos e estéticos da estrutura existente necessitam ser mantidos, uma vez que esta se constitui num valioso patrimônio da cidade de Salvador.”

A partir da concordância com essa premissa extraída do Termo de Referência estrutura-se essa intervenção. Desse modo, propõe-se a implantação dos novos volumes edificados em cotas de nível inferiores ao edifício existente, preservando sempre que possível as relações visuais e de escala edificada existentes.

Nessa linha de ação, a proposta de intervenção no complexo arquitetônico do Teatro Castro Alves baseia-se em duas intenções principais.

A primeira, de caráter geral, procura qualificar os espaços de acesso ao conjunto dos edifícios existente e proposto em diversas escalas: do pedestre, do automóvel e da logística dos espetáculos.

A segunda intenção, essencialmente local, propõe a criação de dois novos espaços dentro do complexo: um pátio linear de acesso e uma plataforma elevada. Ambos resultado da implantação do Centro de Referência.

Nesse sentido, propõe-se a construção desse novo edifício de modo a organizar os fluxos de acesso aos espaços de espetáculo, qualificando assim os percursos dos usuários desde a entrada da Ladeira da Fonte até o pátio que serve de foyer para a Concha Acústica.

Tanto o pátio linear – paralelo aos espaços do Centro de Referência – quanto à cobertura do mesmo edifício – atuando como uma plataforma elevada – têm a intenção de conferir escala humana ao território existente; o pátio organizando o acesso à Concha Acústica; a plataforma elevada gerando um lugar de encontro e permanência, através do qual acontecem os acessos à Sala do Coro e à Sala de Concertos.

Clique na imagem abaixo para ver animação das etapas construtivas:

Para permitir a construção dos espaços descritos acima, os fluxos de automóveis e de carga e descarga foram pensados nos subsolos que servem de área de estacionamento. Uma alça ao redor do estacionamento de veículos, com pé-direito duplo, possibilita o trajeto de caminhões até o pátio de carga e descarga que funciona sob a laje do pátio.

Essa solução de acesso logístico permite que o elevador de carga possa atender com qualidade os setores do Centro de Referência, a Concha Acústica e até mesmo conectar-se ao nível -4 do Teatro Castro Alves, possibilitando fluxos de equipamentos e cenários entre todas as áreas significativas do programa.

____________________________________________________________________________________________

Ficha Técnica

Autores: Arq. EMERSON JOSÉ VIDIGAL, Arq. DARIO CORRÊA DURCE, Arq. ERON DANILO COSTIN e Arq. RODRIGO V. MARTINS

Colaboradores: Humberto Carta e João Gabriel Cordeiro

Consultor: Fís. Geraldo T. Dias Cavalcante (acústica)

Curitiba/PR

____________________________________________________________________________________________

Agradecemos aos IAB-BA e aos autores pela disponibilização do projeto.

Uma resposta em “Concurso Teatro Castro Alves – Salvador – 2° lugar

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s