EDITORIAL

Em outubro de 2009, o portal concursosdeprojeto.org completou um ano de atividades.  Este espaço virtual foi criado com o objetivo de reunir e socializar notícias, projetos, ensaios, artigos, pesquisas, regulamentações e links relacionados aos concursos de projeto como instrumentos de promoção da qualidade na arquitetura pública.

Em um ano de atividades, ultrapassamos 400 mil visualizações e uma média recente superior a 60 mil visitas mensais. As estatísticas revelam o interesse crescente sobre os concursos de projeto, não apenas como oportunidades de exposição e debate de ideias, mas também como espaços de transparência e de democratização das decisões sobre a produção do espaço público.

A ideia inicial de uma “rede social” em torno da temática “concursos” tem se consolidado e a participação constante e crescente dos leitores[i], colaboradores e parceiros nos mostra que se trata de uma temática que ultrapassa barreiras corporativas, regionais, disciplinares, acadêmicas ou institucionais. Nessa perspectiva, a socialização de ideias e informações é apresentada neste portal em diversas seções e de formas variadas.

A seção “concursos oferece atualizações frequentes sobre os principais concursos de projeto e premiações nacionais e internacionais em andamento, relacionados à Arquitetura, ao Urbanismo, ao Paisagismo e disciplinas afins. É um espaço que permite não apenas a difusão da informação, mas também o debate sobre procedimentos, regulamentações e políticas públicas.

A seção “ensaios e debates” é reservada a reflexões, proposições, manifestos, opiniões e análises relacionadas (direta ou indiretamente) aos concursos, à gestão pública de projetos, à qualidade do espaço público, ao julgamento qualitativo da arquitetura, entre outros temas correlatos.

Apresentamos também, na seção “resultados e projetos”, informações sobre projetos premiados em concursos e premiações nacionais e internacionais. Nesta seção procuramos oferecer ao leitor uma síntese das informações (gráficas e textuais) sobre projetos premiados e os concursos que lhes deram origem.

A contribuição acadêmica é apresentada também na seção “publicações e pesquisas”, que reúne dissertações, teses, relatórios de pesquisa e artigos que tratam dos concursos e da política sobre o espaço público como objetos de estudo (direta ou indiretamente).

A recém-criada seção “entrevistas” procura apresentar o perfil, a experiência e a opinião de ‘atores’ de diversos segmentos (acadêmicos, profissionais do projeto, organizadores e coordenadores de concursos, membros de comissão julgadora e administração pública), que têm desempenhado papéis importantes no panorama nacional e internacional dos concursos de projeto.

Para apresentar as regulamentações, políticas públicas e um breve histórico sobre os concursos no contexto nacional e internacional, reservamos a seção “panorama”. Cada publicação nesta seção traz uma síntese sobre procedimentos relacionados aos concursos em países e regiões, com enfoque nos regulamentos, procedimentos de julgamento, restrições de participação e políticas públicas.

Todas as seções são abertas a comentários , que permitem aos leitores e colaboradores a troca de ideias, reflexões, críticas e sugestões, em cada publicação. Cada novo conteúdo publicado no portal é aberto à participação dos leitores, que podem registrar suas impressões sobre cada assunto, projeto, ensaio ou notícia[ii]. Em resumo, as seções procuram reunir em um mesmo espaço virtual as diferentes perspectivas e interesses relacionados aos concursos de projeto. A ideia, desde o início, é aproximar as contribuições acadêmicas, profissionais e institucionais sobre o tema em um mesmo ambiente de difusão e debates.

A difusão e a defesa dos concursos como instrumentos preferenciais de contratação pública de projetos é um princípio que está na origem da própria criação do portal concursosdeprojeto.org. Tal postura, no entanto, não impede a editoria de abrir espaço e incentivar debates que coloquem em questionamento os procedimentos, as regulamentações, os critérios de julgamento e as políticas públicas (ou para ser mais preciso, a sua ausência) relacionadas aos concursos.

Após um ano de atividades deste portal e da proximidade cotidiana com a temática “concursos”, temos impressões positivas e negativas sobre o panorama nacional e internacional da gestão pública de projetos. É positiva, por exemplo, a constatação de que no contexto internacional (especialmente o europeu) os concursos têm se consolidado como instrumentos cotidianos na administração pública, fato que se reflete na qualidade da arquitetura e dos espaços públicos nos países que adotaram o procedimento como uma prática usual. É interessante observar o crescente interesse acadêmico pela temática, pelo potencial reflexivo e pedagógico dos concursos. Por outro lado, as constatações negativas se referem à escassez de concursos no Brasil, e aos vícios e fragilidades de procedimentos e regulamentações entre os poucos que são realizados, restando algumas exceções que podem se destacar como bons exemplos. É lamentável, em nossa realidade, o número cada vez mais crescente de empreendimentos e investimentos públicos em edificações e projetos de urbanização sem o mínimo de transparência ou de participação coletiva em sua idealização. Apesar desse quadro, é preciso reconhecer a qualidade e a consistência na produção contemporânea da arquitetura brasileira resultante dos poucos concursos bem planejados. São exceções, em um contexto de limitações orçamentárias, restrições técnicas, fragilidade de procedimentos e descontinuidade política.

Mas todas essas limitações reforçam ainda mais as razões que nos levaram à criação e manutenção do portal concursosdeprojeto.org, como espaço coletivo de difusão de ideias, debates e reflexões sobre Arquitetura, sobre as cidades e sobre a política de contratação e gestão de projetos públicos. Por tudo isso, agradecemos aos diversos leitores que visitam diariamente o portal, pelos comentários, sugestões e críticas; aos autores que disponibilizam seus projetos para publicação; às instituições que têm confiado ao portal a divulgação dos concursos e premiações; aos colaboradores que nos enviam textos e sugestões de publicação e aos parceiros que nos apóiam na divulgação do portal. Agradecemos a todos pelo apoio e incentivo em nosso primeiro ano de atividades.

Fabiano Sobreira
editor responsável
concursosdeprojeto.org



[i] Atualmente mais de 600 leitores de todo o Brasil, e alguns internacionais, são assinantes do boletim do portal.

[ii] Salientamos que, para a manutenção do diálogo construtivo e a fim de evitar o envio de mensagens inapropriadas ou fora de contexto (como “spams” e mensagens publicitárias) cada comentário é submetido à apreciação da editoria, que pode sugerir alterações ou excluir comentários julgados agressivos ou inoportunos. São excluídos automaticamente os comentários que contêm publicidade, agressões pessoais, aqueles que são enviados de forma anônima ou com endereços inválidos.