O portal e revista eletrônica concursosdeprojeto.org celebra – neste mês de outubro de 2010 – 2 anos de atividades. Iniciado em outubro de 2008, o portal foi concebido como um espaço aberto para a divulgação e o debate sobre os concursos de arquitetura, urbanismo e paisagismo no Brasil e no mundo.

Em 24 meses no ar, superamos o total de 1 milhão e 300 mil visitas e registramos uma média recente superior a 90 mil visualizações mensais. Mais de 1.400 assinantes (arquitetos e estudantes de todo o país e também de outros países de língua portuguesa) já se cadastraram em nosso portal e recebem periodicamente, ou em edições especiais, os nossos boletins eletrônicos.

Os números parecem revelar o crescente interesse dos arquitetos e estudantes sobre os concursos de projeto, sejam como ferramentas de ensino e aprendizado; objetos de pesquisa acadêmica; oportunidades de afirmação profissional; meios democráticos e transparentes de contratação de projetos pela Administração Pública; instrumentos de promoção da qualidade arquitetônica ou simplesmente como um observatório do que há de mais novo e promissor na arquitetura contemporânea brasileira e internacional.

Nesses dois anos o tema concursos tem sido abordado sob diversas óticas no portal: divulgação de novos concursos (nacionais e internacionais, para profissionais e estudantes); publicação de projetos premiados (em que procuramos apresentar cada projeto de forma detalhada, com informações gráficas e textuais que permitam a apreciação e análise dos projetos); obras construídas resultantes de concursos (seção que tem recebido cada vez mais contribuições, não apenas do Brasil, mas também da América Latina e Europa); história dos concursos (inaugurada com edição especial sobre o Concurso de Brasília); entrevistas (que neste mês recebe a participação do arquiteto Gilson Paranhos, Presidente Nacional do IAB); ensaios e debates (espaço dedicado à análise crítica da arquitetura, da produção do ambiente construído e dos meios de contratação dos projetos) e, finalmente, a seção panorama (que apresenta de forma resumida a cultura do concurso em diversos países).

Vale ressaltar que uma parcela importante do crescimento e da consolidação do portal se deve à participação cada vez maior e mais ativa dos leitores, que têm contribuído com seus comentários sobre cada novo tema, concurso, notícia ou projeto divulgado, colaborando para o conteúdo crítico e a postura democrática do portal concursosdeprojeto.org. Nesse espírito, convidamos o leitor do portal a navegar em nossas páginas e redescobrir projetos, textos e concursos e a registrar seus comentários e impressões sobre os 24 meses iniciais de nossa recente trajetória.

Ficamos felizes em celebrar o nosso segundo aniversário no mesmo momento em que divulgamos o resultado de um concurso muito especial: o Concurso Público Nacional de Arquitetura – Uma Escola para Guiné-Bissau, organizado e promovido pelo IAB/DF. Um concurso especial pela ação humanitária da qual faz parte, pela riqueza cultural e força social do país africano, apesar da carência de recursos e da instabilidade política. Trata-se de um concurso especial também enquanto procedimento: o primeiro concurso público nacional realizado totalmente em meio eletrônico ( inscrições, envio dos trabalhos, julgamento e exibição dos projetos premiados, tudo via internet). Um concurso que recebeu o apoio do portal concursosdeprojeto.org na divulgação e de cuja coordenação tive a satisfação de participar. Mas o concurso não seria tão especial se não fossem as 83 equipes (o que significa centenas de profissionais envolvidos) que se dispuseram a pensar e propor ‘uma escola para Guiné-bissau’ e também os 7 membros da Comissão Julgadora, que com competência, ética, seriedade e espírito de inovação, aceitaram participar de um processo de julgamento realizado totalmente em meio eletrônico (e o fizeram com entusiasmo e dedicação). Observando os concursos de arquitetura realizados no Brasil e no mundo, vejo o Concurso “Uma escola para Guiné-Bissau” como um marco pela popularização e dinamização do procedimento e parabenizamos o IAB/DF pela iniciativa. É um exemplo que mostra que concursos não devem ser restritos a museus e grandes sedes institucionais, mas que são necessários também para pequenas escolas, postos de saúde, habitação social, mobiliário urbano, entre tantos outros elementos que integram o cotidiano de nossas cidades.

É importante também ressaltar a importância do tema ‘habitação social’ nos concursos de projeto, com o recente prêmio Habitação para Todos, promovido pela CDHU-SP e organizado pelo IAB/SP, cujo resultado foi divulgado neste mês.  E vale destacar o recém-lançado concurso Morar Carioca, promovido pela Prefeitura do Rio e organizado pelo IAB/RJ, que promete ser um dos maiores e mais importantes concursos dos últimos anos, sobre um tema de grande relevância para nossas grandes cidades e para a profissão, que é a urbanização das favelas e sua inclusão no planejamento urbano das metrópoles. Um exemplo que pode e deve ser seguido por todas as nossas cidades. Esperamos que se convertam em obras realizadas.

Enfim, agradecemos aos nossos leitores, visitantes e assinantes, aos autores dos projetos publicados no portal, às instituições que promovem e organizam concursos no Brasil, às instituições, blogs e páginas na internet que têm divulgado o portal e a todos os que – direta ou indiretamente – têm colaborado para a consolidação do portal concursosdeprojeto.org como um espaço aberto de debates, divulgação e promoção dos concursos, (e aqui repetimos nosso ‘lema’) pela qualidade da arquitetura e dos espaços públicos.

 

Fabiano Sobreira

editor – concursosdeprojeto.org